Após surtos de diarreia, SC terá duas coletas de água em praias

Coletas para aferir balneabilidade são reforçadas em 82 pontos dos balneários de SC até o dia 31 de março

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

O IMA (Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina) passa a realizar nesta semana duas coletas de água semanais em 82 pontos de balneabilidade distribuídos em nove cidades do Estado. Neste período do ano, normalmente, é realizada apenas uma análise por semana.

 > Clique e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

A ampliação das coletas permanece até até 31 de março – período chamado de alta temporada – de segunda a quinta-feira. O objetivo é “traduzir uma situação mais real da praia analisada”, segundo o órgão.

Pontos de balneabilidades em praias das seguintes cidades terão reforço na análise: Florianópolis, Balneário Camboriú, Bombinhas, Navegantes, Penha, Balneário Piçarras, Porto Belo, Itapema e Itajaí. Todas elas registraram surtos de diarreia, provocados pelo norovíus.

“Em Balneário Camboriú, são os 10 pontos da praia central [que passam a ter duas análises]. Em Florianópolis, somente os pontos referentes a Ingleses, Canasvieiras e Jurerê. Nos demais municípios, são os pontos já monitorados”, informa o IMA.

O órgão ressalta ainda que o método de análise permanece o mesmo, mudando apenas a frequência. A presidente do IMA, Sheila Meirelles, reforça que a ampliação se dá em função do aumento do número de casos de doenças de transmissão hídrica e alimentar.

Termo de compromisso

O aumento nas análises é fruto de Termo de Cooperação entre órgãos estaduais, assinado pelo governador Jorginho Mello (PL) nesta terça-feira (24). Além do IMA, participam do esforço a Casan (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento), O CBMSC ( Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina) e a Secretaria Estadual de Saúde.

*Via ND+

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.