- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Chapecó

- PUBLICIDADE -

Fotos: Celso da Luz/CEC

O Tigre retorna para o Sul do Estado com quatro pontos na bagagem. Após bater o Barra, em Itajaí, na quinta-feira, o Criciúma empatou, na tarde deste domingo, em 1 a 1 com a Chapecoense no Oeste do Estado. Após sair perdendo, com gol de Danrlei, o Tricolor Carvoeiro foi valente e chegou ao empate com Lohan. Tudo isso no segundo tempo. A etapa inicial foi morna, com muita marcação e disputa de espaço por ambas as equipes. Por outro lado, o segundo tempo teve alta velocidade, chances claras para os dois times e emoção. No final, um ponto para cada equipe. O próximo desafio do Criciúma, no Estadual, será na quinta-feira, a partir das 21 horas, diante do Marcílio Dias, no Majestoso.

Os donos da casa começaram a partida com mais posse de bola, tentando buscar o ataque, enquanto o Criciúma marcava forte e procurava a saída rápida em contra-ataque. Aos sete minutos, em cobrança de escanteio ensaiada, Marcinho rolou para Fellipe Mateus que cruzou, mas a zaga da Chapecoense afastou. Muito “perde e ganha” no começo da partida e bolas longas de ambos os lados. O time da casa tentou estabelecer alguma pressão, obteve escanteios, mas não teve sucesso nas conclusões. Aos 15 minutos, a primeira chance de perigo do jogo. E foi da Chapecoense. Após cobrança de escanteio, a zaga carvoeira afastou, mas Kevin pegou, de primeira, de fora da área e bateu forte. A bola tirou tinta da trave de Gustavo, que apenas observou.

Aos 17 minutos, Marcinho cobrou escanteio da direita e Rodrigo cabeceou pela linha de fundo. O jogo seguia equilibrado, com poucas chances de gols e as equipes abusando das bolas longas, o que gerava erros de ambos os lados. Aos 20 minutos, Marcinho fez boa jogada, achou Arilson na área e o camisa 8 fez boa jogada, finalizou mascado e, na sobra, Fellipe Mateus pegou, na entrada da pequena área, mas bateu por cima da trave. A melhor chance da partida até os 20 minutos de jogo. A partir daí, o Criciúma passou a sair mais para o ataque e ter mais a posse de bola. Porém, o jogo perdeu velocidade e as equipes chegavam menos nos ataques. Aos 26 minutos, Cristovam tabelou com Júlio César e cruzou, mas Lohan cabeceou sem direção. Aos 29 minutos, Bruno Nazário cobrou escanteio e Rodrigo Freitas subiu sozinho, no meio da área, mas cabeceou para fora. Chance de perigo para o time da casa.

Aos 31 minutos, Gustavo brilhou. Após cruzamento, a bola desviou e sobrou para Maxwell, que se antecipou a Helder e finalizou para grande defesa do camisa 1 do Criciúma. A melhor chance do time da casa até então. Aos 35 minutos, Fellipe Mateus fez boa jogada pelo meio, passou por três adversários e tocou para Helder, na esquerda. O camisa 6 chegou batendo e a bola subiu. A partida era marcada por muitas faltas, de ambos os lados, em um jogo morno, apesar das chances criadas, na primeira etapa. Aos 41 minutos, Alisson Farias cruzou da esquerda e Maxwell cabeceou para defesa tranquila de Gustavo.

Gols da partida marcados na etapa final

O Tigre voltou mais acelerado para a etapa final. Antes do primeiro minuto, Helder, Júlio Cesar e Marcinho fizeram boa jogada e o camisa 10 foi derrubado, na entrada da grande área, pela esquerda. Falta. Na cobrança, Marcinho pegou de forma horrível na bola e chutou totalmente sem direção. No minuto seguinte, Danrlei foi lançado, em velocidade, pelo meio, cortou Rodrigo e bateu forte, no ângulo, para abrir o placar: 1 a 0 para a Chapecoense aos dois minutos da etapa final. Em seguida, o Criciúma saiu ao ataque, em busca do empate, mas abriu espaços atrás. Aos cinco minutos, Pavani tocou para Maxwell, que tentou cruzar, mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos sete minutos, o técnico Cláudio Tencati abriu mais o time, ao tirar Léo Costa e colocar Crystopher. Com rendimento baixo, Marcinho deixou a equipe para a entrada de Ítalo Melo. Aos nove minutos, Maxwell tentou driblar Rayan, pela direita de ataque do time da casa, e foi derrubado. Falta. Na cobrança, a zaga carvoeira afastou. Aos 11 minutos, Ítalo Melo tocou para Lohan, que finalizou alto, de fora da área. O Tigre tinha mais posse de bola, nesta altura do jogo, e buscava o ataque.

Aos 15 minutos, Tencati trocou Júlio César, que pouco produziu, por João, enquanto Marcelo Hermes entrou no lugar de Helder. Aos 17 minutos, Bruno Nazario escapou em velocidade e tocou para Danrlei, na direita, mas Rayan desviou e colocou pela linha de fundo. Escanteio. Na cobrança, Marcelo Hermes afastou. Aos 18 minutos, a resposta carvoeira em contra-ataque. Chrystopher tocou em diagonal para João Carlos, que bateu cruzado, mas a bola saiu tirando tinta da trave. Chance perigosa para empate do Criciúma. Aos 20 minutos, Marcelo Hermes cruzou da esquerda, Lohan cabeceou, mas Airton colocou para escanteio. Após cobrança ensaiada, Arilson cabeceou pela linha de fundo. Aos 25 minutos, Ítalo Melo foi derrubado na intermediária. Falta. Na cobrança, a zaga da Chape afastou, Arilson pegou a sobra, girou e caiu. Nova falta para o Tigre. Marcelo Hermes cobrou com maestria, Airton fez uma grande defesa, mas Lohan pegou a sobra e empatou: 1 a 1 aos 27 minutos.

Na sequência, aos 29 minutos, Gustavo brilhou duas vezes, após chances de Neto e Ribamar. No minuto seguinte, João Carlos tem a chance de virar o jogo, com o goleiro da Chape fora da área, mas ele perdeu tempo e a zaga se recuperou. Que lance incrível! A partir daí, os dois times buscaram a vitória, tiveram chances, mas os goleiros brilharam. Aos 38 minutos, Ítalo Melo fez grande jogada pela esquerda e bateu forte para grande defesa de Airton. No minuto seguinte, após falha na saída de bola da Chape, Lohan bateu para fora. Aos 42 minutos, Ribamar escapou pelo meio e foi derrubado. Falta. O mesmo Ribamar cobrou na barreira. Aos 44 minutos, Ítalo Melo fez boa jogada pela esquerda e cruzou para João Carlos que cabeceou de peixinho, mas para fora. Aos 49 minutos, após boa jogada pela esquerda, Ítalo Melo finalizou de fora da área e a bola explodiu no travessão. No final, tudo igual no placar e ponto conquistado pelo Tigre, após um bom segundo tempo.

Campeonato Catarinense – 3ª Rodada – Turno Único

Domingo (22/01) – 17h – estádio Arena Condá, em Chapecó

CHAPECOENSE

Airton; Felipe, Maurício, Rodrigo Freitas e Kevin; Gustavo Cazonatti (Pablo Oliveira), Giovanni Pavani (Neto) e Bruno Nazário; Maxwell, Danrlei (Lucas Ribamar) e Alisson Farias (Murilo). Técnico: Bruno Pivetti

CRICIÚMA

Gustavo; Cristovam, Rodrigo, Rayan e Helder (Marcelo Hermes); Léo Costa (Crystopher), Arilson, Fellipe Mateus e Marcinho (Ítalo Melo); Júlio César (João Carlos) e Lohan (Thiaguinho). Técnico: Cláudio Tencati

Arbitragem: William Machado Steffen; Auxiliares: Kleber Lúcio Gil e Adenilson Teofilo Cardoso

GOLS: Danrlei (2/2T) (CHA); Lohan (27/2T) (CRI)

Cartões Amarelos: Danrlei e Maurício (CHA); Lohan e João Carlos (CRI)

Cartões Vermelhos: Não houve

Público: 5.453

Renda: R$ 123.260,00

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.