Tigre busca a retomada da hegemonia no Catarinense

Diante do Concórdia, no domingo, a partir das 19 horas, Criciúma estreia no Estadual de olho no título que não é conquistado desde 2013. Será o retorno da equipe à Primeira Divisão de Santa Catarina


- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Há quase uma década, o Tricolor Carvoeiro conquistava no Campeonato Catarinense pela última vez. Em maio de 2013, após vencer a Chapecoense por 2 a 0, no Majestoso, com gols de Marcel, o Tigre foi até o Oeste do Estado e perdeu por 1 a 0, mas ficou com o título daquele ano. De lá para cá, o time passou por um período ruim e não conseguiu mais sequer chegar à final da competição. Pior que isso: foi ao fundo do poço ao cair para a Segundona do ano passado.

Porém, a má fase ficou para trás. O Tigre volta à principal divisão do Catarinense como campeão da Série B de 2022 e em busca da hegemonia do futebol estadual. “O clube está a quase 10 anos sem vencer o título e a gente sabe da responsabilidade, mas é com os pés no chão. O primeiro objetivo é chegar na final do Catarinense e garantir vaga na Copa do Brasil de 2024. Mas claro que, com certeza, todo mundo quer o título e vamos fazer o máximo para buscar isso”, destaca o atacante Júlio César, uma das novidades para a temporada.

O Brusque, que venceu a Recopa Catarinense, na quarta-feira, será o principal adversário na busca pelo título. Em reestruturação, Avaí, Chapecoense e Figueirense também querem recuperar espaço. Em função da boa fase apresentada no ano passado e a solidificação no trabalho do técnico Cláudio Tencati, o Criciúma chega como um dos favoritos à conquista do título.

O treinador, porém, adverte que o time precisará de um “algo a mais” para ser campeão Estadual. “Temos que fazer o ‘algo mais’. E isso está implícito no trabalho: os atletas se superarem , porque o torcedor vai esperar muito mais de nós. Então, vem trabalho de superação e autoconfiança, que a gente tem que gerar para o campeonato”, enfatiza.

Campeonato Catarinense – 1ª Rodada – Turno Único

Domingo (15/01) – 19 horas – estádio Heriberto Hülse, em Criciúma

CRICIÚMA

Gustavo; Claudinho, Rodrigo, Rayan e Helder; Léo Costa, Rômulo (Arilson), Fellipe Mateus e Marcinho; Júlio César e Lohan. Técnico: Cláudio Tencati

CONCÓRDIA

Jean; Miguel, Perema, Michael Douglas e Bruno Ré; Arez, Paulinho, Ruy e Cesinha; Juliano e Vini Moura. Técnico: Itamar Schülle

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.