23.7 C
Criciúma
terça-feira, julho 23, 2024

Polícia Civil deflagra operação e prende autores de roubo à joalheria

A DIC instaurou o inquérito policial, e após um mês de investigação, confirmou que os capturados pela PM, eram os autores diretos do assalto, em Tubarão

A Polícia Civil realizou a prisão de quatro autores de um assalto a uma joalheria no bairro Oficinas, em Tubarão. A Divisão de Investigação Criminal (DIC) deflagrou a operação ‘Gold’ e após apurar o crime realizado no dia 2 de outubro deste ano, deu cumprimento a sete mandados de busca e apreensão e cinco mandados de prisão preventiva, desferidos pela 1° Vara Criminal da Comarca de Tubarão. Um dos envolvidos segue foragido.

No crime, dois homens entraram no estabelecimento, por volta das 9h40min, e roubaram uma expressiva quantidade de jóias. No dia seguinte a ação dos bandidos, a Polícia Militar (PM) abordou um veículo e recuperou parte das jóias, além de prender um suspeito.

Posteriormente, os militares foram até um imóvel em Laguna, e capturaram outro envolvido, encontrando mais peças. A DIC instaurou o inquérito policial, e após um mês de investigação, confirmou que os capturados pela PM, eram os autores diretos do roubo, sendo identificado mais três pessoas.

Na última terça-feira, dia 7, a operação ‘Gold’ foi deflagrada e foram cumpridos os sete mandados de busca e apreensão e os quatro mandados de prisão. Um dos envolvidos está foragido até o momento.

Durante as diligências, foram apreendidos cerca de 50 comprimidos de ecstasy de um dos criminosos, sendo ele preso em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Em outra residência, foi encontrado uma arma de fogo.

A operação contou com o total de 25 policiais civis das seguintes unidades: DRP de Tubarão (núcleo de inteligência), DPCAMI de Tubarão, DTCA de Tubarão, DPCo de Tubarão, DPMUs de São Martinho, Gravatal, Sangão e Grão Pará, CPP de Tubarão, DPCo de Braço do Norte e DPCo de Capivari de Baixo.

Os presos foram conduzidos ao Presídio Regional de Tubarão, ficando à disposição do Poder Judiciário.

Últimas