15.2 C
Criciúma
segunda-feira, maio 27, 2024

Região Sul gera mais de 6,3 mil empregos formais até setembro

De acordo com dados do Novo Caged, Criciúma lidera no saldo do ano, com 2.313 admissões

Criciúma
Edson Padoin
economia@tnsul.com

A região Sul do Brasil está comemorando um resultado positivo no mercado de trabalho, conforme dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Nos primeiros nove meses deste ano, a Amrec e a Amesc criaram um total de 6.399 novos empregos.

Os dados com relação ao mês de setembro foram divulgados ontem pelo Ministério do Trabalho e Previdência e revelam que o saldo positivo de 734 novos empregos foi resultado de 9.428 admissões e 8.694 desligamentos nas duas regiões.

Liderança

Entre os municípios que se destacaram em setembro, Criciúma aparece com 160 novos empregos, seguido por Forquilhinha, com 137; e Araranguá com 117. No entanto, algumas cidades enfrentaram um saldo negativo, incluindo Jacinto Machado (-4), Maracajá (-3), Meleiro (-7), Passo de Torres (-5), São João do Sul (-8), Timbé do Sul (-1) e Treviso (-6).
No acumulado do ano, Criciúma se destacou significativamente, liderando com saldo de 2.313 admissões. Em seguida, aparecem Içara, com 617 empregos criados, e Sombrio, com 563. Entre os grandes grupamentos econômicos, os serviços ampliam mês a mês a vantagem sobre os demais setores. Até setembro, o setor gerou 3.535 novos empregos formais na região, o que representa 70,84% do total. Ainda assim, continua com o segundo maior número de vagas ocupadas com 53.130, perdendo para a indústria.

Segundo o relatório, Santa Catarina foi o melhor Estado da região Sul, com 122.880 admissões e 110.863 demissões, resultando em um saldo de 12.017. Entre os setores, o protagonismo catarinense também segue com os serviços, que registraram 7.127 contratações a mais que demissões no período. Em seguida, vem o comércio com saldo positivo de 2.351, a indústria, com 1.467; a agropecuária com 614; e a construção, com 458.

Leia a matéria completa na edição desta terça-feira, dia 31, do jornal impresso Tribuna de Notícias. Ligue para 48 3478-2900 e garanta sua assinatura.

Últimas