17.2 C
Criciúma
quarta-feira, junho 19, 2024

Cidades da região Sul em alerta por conta das chuvas

Várias cidades já registraram alagamentos e o extravasamento de rios

Diversos municípios estão em situação de alerta ou em emergência por conta das fortes chuvas que afetam Santa Catarina deste a última quarta-feira, dia 4. Na região Sul, várias cidades já registraram alagamentos e o extravasamento de rios. Leia abaixo um balanço com a situação de alguns municípios:

Tubarão

A Defesa Civil de Tubarão solicitou na tarde desde sábado, dia 7, que os moradores que estiverem próximo às margens do rio se retirem e procurem abrigo em lugares mais altos. Além disso, a cidade decretou situação de emergência. No início da tarde, o rio Tubarão transbordou no bairro KM 60.

Abrigos:

Albergue Noturno Pousada da Paz

  • Rua José João Mateus 82, bairro São João
    Margem Esquerda
    Associação João 3:16
  • Rua Coronel Jose Martins Cabral, 60, Centro
    Associação Tubaronense de Apoio às Famílias
    (STAN) – Rua Vinte Sete de Maio, 159, Centro
    Sede Igreja Verdade Social
  • Av. Dr. Rodovalho, 820 – Vila Moema
    Catedral Diocesana
    Salão Paroquial do Morrotes
  • bairro Morrotes
    Salão Paroquial de Santa Rita
  • (região da Madre)
    Salão Paroquial de São Martinho
  • bairro São Martinho
    Escolas municipais: Faustina da Luz Patrício (Oficinas), João Paulo I (Humaitá) e Padre Paulo Herdt (KM-63)

Capivari de Baixo

No início da tarde deste sábado, dia 7, a prefeita Márcia Roberg Cargnin e todo o seu secretariado realizaram uma reunião de alinhamento das ações para o enfrentamento das chuvas no município.

A reunião ocorreu no Centro de Apoio à Criança e ao Adolescente (Ceaca), local em que Administração Municipal concentrou seus trabalhos neste momento.

Lembramos, ainda, que o Ceaca é também o local de abrigo para as famílias que precisarem deixar suas residências. “A situação é preocupante. Estamos trabalhando em prol dos moradores. Não fique esperando que o pior aconteça. Não queremos assustar ninguém. A situação é parecida com a que aconteceu ano passado”, disse a prefeita Márcia Roberg.

Nova Veneza

Com o grande volume de chuva, os rios acumularam muita água. Apesar disso, não houve extravasamento. “O Rio Mãe Luzia foi o mais preocupante durante a manhã, nunca se viu um volume tão grande e o crescimento tão rápido aqui do município. No bairro Jardim Floresta houve o desalojamento de duas famílias, que tiveram que sair às pressas de suas residências. A noite e amanhã ainda deve chover uma grande quantidade”, afirmou um dos responsáveis pela Defesa Civil de Nova Venza.

Orleans

O Prefeito de Orleans Jorge Luiz Koch por meio do Decreto de número 5.605, de 07 de outubro de 2023, Declara Situação de Emergência nas áreas do Município afetadas por Tempestade Local e Chuvas Intensas, considerando que ocorreram desalojamentos, isolamentos de comunidades, interdição de vias, significativos danos materiais e prejuízos econômicos e sociais.

Pela manhã, a ponte na entrada do município de Orleans foi interditada pelo Corpo de Bombeiros Militar (CBM) por quatro horas. A ação foi necessária por conta da lâmina de água sobre a ponte que estava com aproximadamente 35cm.

Morro da Fumaça

Em nível de alerta desde a manhã de sexta-feira, a Defesa Civil juntamente com a equipe do Governo Municipal de Morro da Fumaça, desde as primeiras horas deste sábado, 07, está percorrendo as ruas do município para identificar os problemas causados pela chuva persistente registrada desde o final da tarde de sexta-feira.

Estação Cocal é a localidade mais afetada no município. Aproximadamente 70 residências foram atingidas pela enchente causada pelo extravasamento dos rios Urussanga e Cocal, impactando diretamente cerca de 200 pessoas.

O Governo Municipal ativou dois abrigos: o Múltiplo Uso, do bairro Esperança, e o Salão Paroquial Estação Cocal, para realizar o acolhimento dos desabrigados. Até o momento, 60 famílias estão desalojadas, algumas delas passaram pelos abrigos, mas já se encontram em casas de familiares.

O aumento do nível do rio Urussanga é o que mais preocupa. A elevação da água, no decorrer da tarde, resultou na interdição da SC 443, Rodovia Gregório Espíndola, que dá acesso à localidade Santa Apolônia e Sangão. A expectativa é que o extravasamento deve se acentuar dentro das próximas horas, aumentando os problemas em determinadas áreas da cidade.

“O rio continua subindo e deve ampliar o raio de inundações, afetando a parte mais baixa da cidade. Os bairros Picadão, Paladini e Naspolini demandam maior atenção. Pedimos que a população evite transitar ou trafegar em áreas alagadas. Em caso de emergência, orientamos que liguem para a Defesa Civil (48) 9.9610-3918 ou para os Bombeiros através do 193”, pontua o Secretário de Infraestrutura e coordenador da Defesa Civil de Morro da Fumaça, Natan Felipe Souza.

No começo da manhã, em linha Torrens, devido ao extravasamento do rio de mesmo nome, alguns terrenos ficaram alagados, sem causar maiores problemas. As rodovias Fortunato Salvan, Biazio Maragno e a Estrada Geral Picadão Paladini também apresentaram alagamentos. Entretanto, somente a Fortunato Salvan e a Biazio Maragno precisaram de interdição.

Treviso

Devido às fortes chuvas que atingiram Treviso, a Administração Municipal decretou situação de emergência. O decreto foi publicado na manhã deste sábado, dia 7, após decisão tomada em conjunto pelos membros do Executivo e Defesa Civil Municipal.

As fortes chuvas provocaram alagamentos, enxurradas, erosão fluvial, entre outras situações de risco em diversas áreas, incluindo a ocorrência de famílias ilhadas e em situação de risco de desastre, interdição de vias e pontes, registros de prejuízos econômicos público e privado, além de outros reveses à integridade da população local e à infraestrutura do município.

Últimas