18.6 C
Criciúma
terça-feira, maio 21, 2024

Esperança de gols para o Tigre

Com gol marcado diante do Sport, Hygor se credencia para ser, novamente, o “talismã carvoeiro” para a reta final da Série B

Tiago Monte

Criciúma

Nas últimas 11 partidas disputadas pelo Tigre, na Série B de 2022, o atacante Hygor marcou sete gols e caiu nas graças da torcida carvoeira. Na ocasião, o acesso não veio, mas o jogador se tornou uma espécie de “talismã carvoeiro”. O gol marcado, diante do Sport, no empate em 3 a 3 do último sábado, foi o primeiro do jogador, após o retorno ao clube. Restam, agora, os mesmos 11 jogos para acabar a competição e Hygor se credencia para ser, novamente, a peça-chave no ataque do Criciúma. “Esse gol não representa só para mim, mas para o clube e para todo o nosso elenco, porque foi um gol muito importante, em um momento que a gente vinha crescendo na partida. Então, naquele momento, conseguimos o empate e um certo equilíbrio. Depois, tomamos um gol, em seguida, e isso atrapalhou um pouquinho. Porém, foi um gol muito importante para mim e pelo meu retorno. Era um gol que eu vinha buscando há algum tempo. É muito bom marcar com essa camisa. Foi um gol muito importante e que nos ajudou dentro da partida”, comenta o jogador.

Com a lesão de Felipe Vizeu, Hygor pode ser o favorito a assumir um lugar no time, ao lado de Fabinho e Éder, caso o técnico Cláudio Tencati opte por um esquema com três atacantes. O jogador acredita que a missão de ser titular é complicada, pois o elenco carvoeiro, conforme Hygor, é qualificado. “Todo ano é difícil ser titular. No ano passado também foi. O Criciúma foi muito feliz nas contratações. O elenco é muito forte e de muita qualidade. Independentemente se joga o Fabinho ou eu, também tem o João, que é um grande jogador, tem o Torrão, Neilton… Nosso elenco é recheado de peças boas e importantes. Claro que cada um com sua característica. Eu venho trabalhando humildemente e todas as vezes que o professor Tencati optar por me colocar na partida, eu estou à disposição para ajudar”, destaca.

Três jogadores dividem a artilharia do Tigre na Série B: Fabinho, Felipe Vizeu e Éder. Cada um deles marcou cinco gols na competição. Fellipe Mateus marcou quatro vezes e Arilson tem três gols na disputa nacional. Eles são os principais marcadores e esperanças do time para chegar na Série A do ano que vem.

Últimas