28.8 C
Criciúma
quarta-feira, fevereiro 28, 2024

Com fortuna de R$ 1 bilhão, Faustão espera na fila do SUS para transplante

O apresentador Faustão convive com insuficiência cardíaca desde 2020 e, em virtude de um agravamento no quadro clínico, precisará passar por um transplante de coração

O apresentador Faustão, de 73 anos, está internado para tratar de um problema de insuficiência cardíaca desde o dia 5 de agosto e, em “virtude do agravamento do quadro”, precisa de um transplante de coração. Mesmo com toda a fama e condição financeira, o comunicador aguarda agora na fila de espera do SUS (Sistema Único de Saúde).

Fausto Corrêa da Silva, popularmente conhecido como Faustão, deu entrada no hospital Albert Einstein para tratar de uma insuficiência no coração com a qual convive desde 2020. Em nota, o hospital ressaltou que pelo agravamento do quadro de saúde do apresentador, há indicação para a realização de um transplante cardíaco.

Na última semana, o apresentador fez uma publicação em seu perfil do Instagram, afirmando que está nas mãos de excelentes profissionais. Faustão ainda pediu aos fãs que orem por ele, pois segundo o apresentador, “quem decide é o cara lá de cima’”.

Faustão entra na fila do SUS para transplante de coração

Uma questão que está trazendo muitas dúvidas é sobre o transplante cardíaco pelo qual Faustão deve passar. O apresentador, conforme apurado por coluna do Uol, possui uma fortuna avaliada em mais de R$ 1,1 bilhão e mesmo assim precisará enfrentar a fila do SUS para o transplante.

A compra e venda de órgãos é crime no Brasil, de acordo com a Lei 9.434/1997, que também institui que a “realização de transplante ou enxertos de tecidos, órgãos ou partes do corpo humano só poderá ser realizada por estabelecimento de saúde, público ou privado, e por equipes médico-cirúrgicas de remoção e transplante previamente autorizados pelo órgão de gestão nacional do Sistema Único de Saúde”.

Conforme a Portaria nº 2.600, de 21 de outubro de 2009, do Ministério da Saúde, existem diversos critérios que precisam ser observados para contemplar um paciente que terá um órgão transplantado. Essa diretriz deve ser seguida por todo e qualquer paciente que está na fila de transplantes do SUS. A Portaria do Ministério da saúde na íntegra pode ser consultada aqui.

Confira abaixo o boletim médico de Faustão

“Em 5 de agosto, Fausto Silva deu entrada no Hospital Israelita Albert Einstein para tratamento de insuficiência cardíaca, condição que vem sendo acompanhada desde 2020.

Ele encontra-se sob cuidados intensivos e, em virtude do agravamento do quadro, há indicação para transplante cardíaco. O paciente está em diálise e necessitando de medicamentos para ajudar na força de bombeamento do coração.

Fausto Silva já foi incluído na fila única de transplantes, regida pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, que leva em consideração, para definição da priorização, o tempo de espera, a tipagem sanguínea e a gravidade do caso.

Dr. Fernando Bacal, cardiologista do Hospital Israelita Albert Einstein Dr. Miguel Cendoroglo Neto, Diretor-Médico e Serviços Hospitalares do Hospital Israelita Albert Einstein.”

*Via ND+

Últimas