28.7 C
Criciúma
sábado, fevereiro 24, 2024

Tigre é campeão estadual Sub-20

Nos pênaltis, Criciúma faz 5 a 3 no Avaí e garante o título dos Juniores, depois de 10 anos sem levantar a taça da competição catarinense

Tiago Monte

Florianópolis

Fotos: Deivid dos Anjos/FCF

Assim como no futebol profissional, o Tricolor Carvoeiro volta a ser campeão catarinense Sub-20, dez anos depois da última conquista. Na tarde de ontem, após empate em 0 a 0, no tempo normal, o Criciúma bateu o Avaí por 5 a 3, nas cobranças de pênaltis e ficou com o título da competição estadual de Juniores. O jogo de ida, no Majestoso, encerrou em 1 a 1. Em função das duas igualdades, a competição se decidiu nos pênaltis. O zagueiro Erick fez o gol do título, na quinta cobrança do Criciúma. “Parabéns aos atletas e para a diretoria. Cheguei no final e colaborei com a minha experiência. Os meninos merecem e esse título é muito importante. Estamos muito felizes”,  diz Serginho Lopes, coordenador das categorias de base do Criciúma.

O primeiro tempo teve domínio do Criciúma e o segundo tempo foi do Avaí, mas ambos não conseguiram marcar o gol. “Os meninos merecem, eles trabalharam. A gente tem que comemorar. O presidente e a diretoria merecem também”, pontua Gabriel Carvalho, técnico do Tigre.

Nas semifinais, O Criciúma havia vencido a Chapecoense por 1 a 0 no Majestoso após empatar em 0 a 0 na Arena Condá. Já o Avaí derrotou o Joinville por 1 a 0 em Florianópolis. O jogo de ida também foi vencido pela equipe da capital por 2 a 1. 

A categoria Sub-20 do Criciúma encerrou a primeira fase da competição estadual na segunda posição com 33 pontos somados. Com a vaga garantida na Copa São Paulo de Futebol Júnior 2024, os carvoeiros venceram 10 partidas, empataram 10 e sofreram apenas uma derrota na disputa. O Campeonato Catarinense Sub-20 deste ano iniciou no mês de março com dez equipes jogando entre si em turno e returno. “A emoção é muito forte. O terceiro título em um ano e sete menos. Retomamos a hegemonia da Série A e no Sub-20. Para quem não acredita no trabalho da Base, esta aí a resposta”, finaliza o presidente do Criciúma, Vilmar Guedes.

Últimas