10.1 C
Criciúma
terça-feira, junho 25, 2024

Tigre joga mal e perde a primeira fora de casa na Série B

Tiago Monte

Mirassol/SP

Fotos: Celso da Luz/CEC

Com uma atuação ruim, o Tricolor Carvoeiro conheceu, na tarde deste domingo, a primeira derrota, fora de casa, na Série B do Brasileiro desse ano. Com um gol de Negueba, no primeiro minuto da etapa final, o Mirassol bateu o Tigre, no interior paulista. A partida foi fraca tecnicamente, mas uma desatenção da zaga carvoeira acabou ocasionando a perda do jogo. Do meio para frente, o Criciúma pouco construiu, durante os 90 minutos, e não ameaçou o goleiro Alex Muralha. O próximo desafio será na sexta-feira, dia 2, diante do Atlético-GO, no Majestoso, a partir das 21h30.

Logo nos primeiros segundos de partida, Fellipe Mateus arriscou de fora da área, após falha de Luiz Otávio, mas Alex Muralha espalmou para escanteio. Na cobrança, a zaga afastou. Aos dois minutos, Fernandinho foi derrubado, na intermediária. Falta. Camilo cobrou na barreira. Os dois times começaram a partida em busca do gol. Aos quatro minutos, Lucas Ramon cruzou da direita, a zaga do Tigre não conseguiu afastar, mas os atacantes do Mirassol também não conseguiram completar para o gol. Aos sete minutos, após um bate e rebate na área, a bola sobrou para Camilo, que bateu cruzado, mas a bola saiu pela linha de fundo. O time da casa buscava a abertura do marcador. Aos nove minutos, após cruzamento, Camilo caiu na área, mas o árbitro nada marcou. Sequer houve chamado do VAR. Aos 13 minutos, Guilherme Biro fez jogada pela esquerda, mas bateu mal e a bola saiu longe do gol de Gustavo.

Aos 16 minutos, Cristovam derrubou Camilo pela esquerda de ataque do Mirassol. Falta e cartão amarelo para o camisa 2 do Tigre. Gabriel cobrou, mas a zaga carvoeira afastou. A partir daí, o Criciúma acertou a marcação e o jogo perdeu velocidade. As equipes passaram a disputar mais a bola no meio de campo. Aos 24 minutos, Éder foi derrubado na intermediária. Falta. O camisa 23 bateu, mas a bola desviou na barreira e saiu. Escanteio. Na cobrança, a zaga afastou. O Tigre tinha dificuldades para chegar ao ataque.

Aos 32 minutos, Negueba cruzou da direita e Gustavo colocou para escanteio. Na cobrança, Guilherme Biro finalizou para fora. Aos 34 minutos, Fernandinho cruzou da esquerda, Cristian cabeceou e a bola pegou em Walisson Maia e saiu pela linha de fundo. Na cobrança, ninguém conseguiu completar e a bola saiu. Aos 38 minutos, Walisson Maia fez falta forte e tomou o terceiro cartão amarelo. Ele não pega o Atlético Goianiense na sexta. Aos 40 minutos, Helder, com estiramento no músculo posterior da coxa, saiu e deu lugar a Marcelo Hermes. Aos 44 minutos, Cristovam chutou de fora da área, mas a bola passou longe do gol. O primeiro tempo encerrou sem grandes chances para ambas as equipes e com nível técnico baixo. “Precisamos melhorar alguns aspectos, tivemos chances no início, mas baixamos um pouco. Agora, vamos ouvir o professor para ver onde temos que melhorar para voltar melhor no segundo tempo”, disse o meia Fellipe Mateus, no intervalo.

Gol sofrido no começo da etapa final

No primeiro minuto da etapa final, o Mirassol abriu o placar. Após Fernandinho avançar em velocidade, passar pela marcação de Rômulo e cruzar, Negueba entrou de carrinho, no meio da área, e abriu o placar: 1 a 0 para os donos da casa, em uma desatenção de marcação do Criciúma. Aos três minutos, Cristovam avançou pela direita e bateu cruzado, mas a bola saiu longe do gol. No minuto seguinte, Rodrigo derrubou Camilo na intermediária. Falta. Na cobrança, Luiz Otávio tentou completar, mas colocou pela linha de fundo. Então, o Tigre seguiu mais ao ataque e passou a procurar o empate. Aos 16 minutos, Claudinho e Felipe Vizeu entraram nos lugares de Cristovam e Fabinho. Tencati tentou deixar o time mais ofensivo.

Aos 21 minutos, Fellipe Mateus foi derrubado na intermediária. Falta. Marquinhos Gabriel cobrou e a zaga afastou. Aos 22 minutos, Rodrigo errou a saída de bola, Danielzinho avançou e tocou para Negueba, na área, pela direita, mas a finalização saiu ruim e a bola saiu longe do gol de Gustavo. No minuto seguinte, Marcelo Hermes cruzou da esquerda e a bola chegou para Claudinho, na área, sozinho, mas o lateral furou em bola e perdeu uma chance clara de empatar. Aos 26 minutos, Leandro Vilela finalizou de fora da área, mas a bola saiu. Aos 27 minutos, a última cartada de Tencati para buscar o empate: sai Rômulo e entra Ítalo Melo.

O Tigre buscava o ataque, mas falhava nas finalizações. O time tinha mais posse de bola, mas não sabia o que fazer com ela. Com três zagueiros, nos últimos 15 minutos, o Mirassol se defendia e saía nos contra-ataques. Aos 38 minutos, Fellipe Mateus encontrou Éder dentro da área, mas o atacante finalizou alto e a bola saiu. Chance de empate desperdiçada pelo Tigre. Aos 40 minutos, Leandro Vilela bateu forte, mas a bola saiu. Aos 43 minutos, Marcelo Hermes cruzou da esquerda, mas ninguém apareceu para completar. No minuto seguinte, Guilherme Biro recebeu na entrada da área, cortou Gustavo que saía para tentar defender e tentou encobrir o camisa 1 do Criciúma, mas a bola saiu. Grande chance do Mirassol. Aos 51 minutos, o Tigre errou o ataque e Claudinho precisou derrubar o jogador do Mirassol e levou o cartão vermelho. No final, derrota do Tigre: a primeira, fora de casa, na Série B deste ano.

Campeonato Brasileiro – Série B – 9ª Rodada

Domingo (28/05) – 15h30 – estádio José Maria de Campos Maia, o Maião

MIRASSOL

Alex Muralha; Lucas Ramon, Thalisson Kelven, Luiz Otávio e Guilherme Biro; Yuri Lima, Gabriel (Danielzinho) e Camilo (Leandro Vilela); Negueba, Cristian (Rodrigo Sam) e Fernandinho (Vico). Técnico: Mozart

CRICIÚMA

Gustavo; Cristovam (Claudinho), Rodrigo, Walisson Maia e Helder (Marcelo Hermes); Arilson, Rômulo (Ítalo Melo), Fellipe Mateus e Marquinhos Gabriel (Fernando Canesin); Fabinho (Felipe Vizeu) e Éder. Técnico: Cláudio Tencati

Arbitragem: Felipe Fernandes de Lima; Auxiliares: Fernanda Nândrea Gomes Antunes e Ricardo Junio de Souza (trio de MG); VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ); AVAR: Andrea Izaura Maffra Marcelino (RJ)

GOL: Negueba (1/2T) (M)

Cartões Amarelos: Gabriel e Vico (M); Cristovam, Walisson Maia e Arilson (C)

Cartão Vermelho: Claudinho (C)

Público: 1.695

Renda: R$ 24.340,00

Últimas