Rincão: bebê que se engasgou foi salvo por policiais recém-formados

Foram 10 minutos realizando a manobra de Heimlich; os dois policiais que auxiliaram no atendimento se formaram como soldados em dezembro de 2021

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Thais Borges/Especial
Portal TN Sul
Balneário Rincão

Dois policiais recém-formados como soldados em dezembro de 2021, salvaram um bebê de dois meses de vida que se engasgou com um remédio na noite desta quinta-feira, 27, no Balneário Rincão.

- PUBLICIDADE -

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

Foram 10 minutos realizando a manobra de Heimlich, que consiste em colocar o bebê de bruços em um dos braços e com a outra mão, dar batidas nas costas para desobstruir as vias aéreas. Ronald Germani Batista da Silva, de 30 anos, foi o policial responsável por acionar o Samu enquanto o parceiro Avelino Damiani Neto, de 26 anos, tentava salvar o bebê. “Na hora a gente só pensava em salvar a criança. Botou em prática o que a gente aprendeu e pensando sempre em ajudar”, pensa Damiani.

“A gente não queria que uma fatalidade acontecesse e, no momento, procurei manter a calma e confiar na técnica que a gente tinha aprendido, na persistência para que desse o resultado positivo”, afirma Germani, que deu apoio na ocorrência.

O caso

Os policiais, que estão atuando na operação veraneio, foram abordados pelos pais das crianças enquanto se locomoviam para o setor de trabalho da guarnição, que fica na Zona Sul. “Naquele momento, a gente tinha retornado para fazer a troca do nosso smartphone, que estava com problema. A gente nem deveria estar ali naquela rua. Foi bem ao acaso”, conta Germani sobre o momento que recebeu o socorro dos pais. “Um carro começou a buzinar atrás de gente e de forma insistente. A gente até pensou que fosse uma comemoração”, relembra. 

De acordo com o policial, a criança já estava quase desacordada quando a mãe a entregou. “Ele estava roxinho, cianótico. Ela disse que ele estava engasgado com remédio” explica Damiani. “Na hora que a criança chorou, foi um alívio. Foi o melhor choro que ouvi na minha vida”, fala feliz o policial responsável pelas manobras.

Os pais e o bebê foram levados para o Hospital Materno Santa Catarina em Criciúma para verificar a saúde do recém-nascido.

Moradores do Balneário Rincão, Remi José Sonai, de 62 anos e Celina Ferreira Sonai, de 37, ficaram aliviados depois do salvamento do filho Mateus. O menino já recebeu alta e eles já estão em casa. “Eles agiram rápido”, diz Remi, pai de Mateus.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.