Polícia Civil indicia dez pessoas por furto de energia em Araranguá

Na ocasião foram identificadas ligações clandestinas em nove residências

Foto: Divulgação/ PCSC DIC Criciúma

- PUBLICIDADE -

Nesta quinta-feira, 6, a Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Araranguá, concluiu um inquérito que apontou 10 pessoas como responsáveis por furto de energia elétrica.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

A constatação do furto ocorreu no dia 22 de julho deste ano, quando as Polícias Civil e Militar realizaram um trabalho de combate ao tráfico de drogas e, com o apoio da CELESC, foram flagradas ocorrências de furto de energia elétrica no Bairro Divinéia, em Araranguá. Na ocasião foram identificadas ligações clandestinas em nove residências.

Com o laudo de constatação, após todos os envolvidos serem interrogados na DIC, foi finalizado o inquérito com o indiciamento de todos os responsáveis pelas ligações ilegais.
Os responsáveis pelo crime podem ser condenados a uma pena de até 4 anos de prisão.
A questão do furto de energia vai além do crime, já que parte dos prejuízos da subtração ilegal é repassada aos consumidores que pagam a conta.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.