Operação do Gaeco em Cocal do Sul também acontece em Criciúma e Içara

Os mandados sendo cumpridos em órgãos públicos e residências em Cocal do Sul, Criciúma, Içara e no estado do Rio Grande do Sul; operação visa a coleta de provas de crimes contra a administração pública e o meio ambiente entre os anos de 2015 e 2022 no município de Cocal do Sul

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Na manhã desta segunda-feira, 15, a 3ª Promotoria de Justiça de Urussanga, com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO), deflagrou a operação “Carta Verde”, a qual visa a coleta de provas de crimes contra a Administração Pública e o Meio Ambiente entre os anos de 2015 e 2022 no Município de Cocal do Sul.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Estão sendo cumpridos 11 mandados de busca e apreensão, dois de afastamento de funções públicas e um de prisão temporária. Os mandados sendo cumpridos em órgãos públicos e residências em Cocal do Sul, Criciúma, Içara e no estado do Rio Grande do Sul.

Com a apreensão de documentos realizadas hoje, a investigação continua, com a oitiva dos investigados e de testemunhas. A investigação seguirá sob sigilo.  No curso da operação foram encontradas armas e munições, de modo que ainda foram lavrados autos de prisão em flagrante.  A operação ainda está em andamento.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.