Mulher dorme com pitbull e animal quase a devora

Tya Lucas, de 41 anos, dormia com seu animal de estimação, mas o cão a atacou violentamente devorando dois terços de seu braço

Foto: Pixabay

- PUBLICIDADE -

Uma mulher costumava dormir com seu cachorro de estimação em sua própria cama, mas o animal quase a comeu viva. Ele mordeu e devorou mais da metade do braço dela. O acidente aconteceu no dia 16 de maio quando Tya Lucas, de 41 anos, estava em casa em Lewisville, no Texas, Estados Unidos, apresentando um novo filhote, Roo, a seu amigo Peter. Outro cachorro de Tya foi envolvido no momento, mas de maneira surpreendente o pitbull de quase 45 kg, chamado Hércules, a atacou violentamente.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Tya disse ao Kennedy News que entrou em ação quando o animal atacou seu amigo. Ela arrancou o pitbull de seu amigo e o empurrou para o banheiro.

Cão ataca dona

Quando Tya empurrou o cão ele voltou sua agressividade para ela.

“Ele deve ter sentido o cheiro do sangue [de Peter] em cima de mim e começou a me atacar. Não me lembro muito disso. Lembro-me de olhar para baixo e minha carne sendo arrancada do meu braço”, contou Tya.

“Não me lembro da sensação, lembro-me de gritar: ‘Hércules, sou eu’. ”

Segundo o site “NYPost” o cachorro arrancou dois terços do braço direito de Tya, comeu seu bíceps e afundou os dentes em sua perna e pé. Ela estava gritando: “Ajude-me, estou morrendo” quando sua filha, Tana e seu marido, Harley, correram para a sala.

“[Tana] viu que o cachorro estava tentando me matar. Ela estendeu a mão para mim e tentei agarrá-la, mas perdi por centímetros”, disse Tya.

“Ele agarrou minha perna e me arrastou para mais longe. O marido dela entrou e bateu no cachorro. Não me lembro dessa parte. Não sei se estava desmaiando.”

Harley entrou em cena para lutar com o cão longe de Tya e carregá-lo para fora, quando o oficial Jordan Potter chegou ao local em resposta à ligação frenética de Tana para a polícia.

Polícia chega ao local

O coordenador de informações públicas do Departamento de Polícia de Lewisville, Matt Martucci, disse ao site The Post que: “O oficial Potter está muito orgulhoso do fato de que ele foi capaz de salvar a vida da mulher – mas se você perguntar a ele, foi tudo apenas no cumprimento do dever de servir e proteger os moradores de Lewisville. Esta foi uma situação bastante traumática para esta família, mas suas ações impediram que fosse uma situação mortal e proporcionaram um pouco de conforto para a família”.

Animal foi resgatado

Tana e Harley haviam encontrado Hércules abandonado na beira da estrada, coberto de queimaduras de cigarro, dois anos antes. De acordo com Tya, Hércules nunca havia mostrado sinais de agressão antes e até dormiu na cama com ela na noite anterior ao ataque.

A oficial de controle de animais, Amanda Navarro, foi chamada ao local e usou um poste de amarração para prender o cão.

 Depois que Potter cuidou de seus ferimentos, Tya foi levada às pressas para o hospital. Ela ficou no hospital por 19 dias, onde levou centenas de pontos no braço, perna e pé e passou por cinco operações para retirar a pele morta.Tya também passou por uma sexta operação, onde um músculo em suas costas foi enrolado na forma de um bíceps e preso ao braço.

Tya e Tana entregaram Hércules à polícia no local e ele foi morto logo depois. Eles não têm ideia do que desencadeou a agressão, mas Tya ficou aterrorizada com os cães.

*Via ND+

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.