Funcionário gasta R$ 345 mil em luxos pessoais e vira alvo da polícia

Homem foi indiciado pela Polícia Civil em Chapecó, no Oeste do Estado por 563 furtos qualificados mediante fraude e abuso de confiança

Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil

- PUBLICIDADE -

Um funcionário de uma empresa de Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, foi indiciado pela Polícia Civil por 563 furtos qualificados mediante fraude e abuso de confiança. O inquérito policial, concluído na tarde desta terça-feira, 2, pela 1ª Delegacia de Polícia de Fronteira de Chapecó, apurava a conduta do homem por suspeita de estar desviando dinheiro para fins particulares.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

De acordo com a Polícia Civil, a empresa disponibilizava cartões de débito a alguns funcionários para custear despesas decorrentes das atividades do trabalho.

Eis que o suspeito passou a utilizar um cartão, em nome de um ex-funcionário, gastando em supermercados, farmácias, padarias, petshops, lojas de departamentos, restaurantes, hotéis e postos de combustíveis. A fraude foi descoberta porque a empresa percebeu despesas fora da normalidade.

Segundo o delegado de Polícia Civil, Thiago de Oliveira, até agora, o prejuízo causado foi de aproximadamente R$ 344.500. O inquérito policial foi remetido ao Poder Judiciário e o suspeito responderá em liberdade, de acordo com o delegado.

*Via ND+

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.