Comarca de Araranguá destina mais de R$ 280 mil para projetos do sul

Os valores são oriundos de prestação pecuniária, transação penal e​ suspensão condicional do processo

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

A 2ª Vara Criminal da Comarca de Araranguá, sob a titularidade do juiz Gilberto Kilian dos Anjos, deferiu, no último mês, a destinação de mais de R$ 282 mil para onze projetos de entidades e órgãos do extremo sul do Estado. Os valores são oriundos de prestação pecuniária, transação penal e​ suspensão condicional do processo.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

As entidades que tiveram seus projetos aprovados e foram beneficiadas são a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Araranguá, APAE de Balneário Arroio do Silva, APAE de Maracajá, Associação dos Surdos do Extremo Sul Catarinense (ASESC), Lar Beneficente São Vicente de Paulo, que irão destinar os valores recebidos para compra de mobiliário, materiais didáticos e pedagógicos, revitalização de espaços, entre outros.

Também foram beneficiados a Polícia Militar de Araranguá (aquisição de duas motocicletas ROCAM), Instituto Geral de Perícias (IGP) de Araranguá (aquisição de um drone e uma máquina fotográfica), Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Araranguá (aquisição de quatro computadores e quatro rádio comunicadores), Corpo de Bombeiros de Araranguá (aquisição de equipamentos de mergulho) e a Escola Básica Professora Maria Garcia Pessi (instalação de câmeras de segurança nas imediações da escola). Após a liberação das verbas, as entidades possuem 30 dias para prestação de contas da aplicação dos recursos.​

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.