Bombeiros e autoridades fazem buscas em deslizamento na BR-376

Segundo o governo do Paraná, uma pessoa foi encontrada morta, mas ao menos 10 carros de passeio e cinco caminhões foram arrastados para fora da pista no trecho de serra. Buscas por vítimas continuam

Foto: Divulgação/Bombeiros

- PUBLICIDADE -

Bombeiros e autoridades fazem buscas em um deslizamento na BR-376, em Guaratuba, no litoral do Paraná, onde uma pessoa morreu e pelo menos dez veículos e cinco caminhões foram arrastados. O acidente aconteceu no início da noite desta última segunda-feira, dia 28, quando uma forte chuva atingia o estado.

O que aconteceu?

- PUBLICIDADE -

O primeiro deslizamento foi registrado na pista por volta das 15h30, desta segunda-feira, dia 28, quando um talude cedeu e atingiu uma das faixas. Após o primeiro deslizamento, a concessionária interditou a faixa e o trânsito seguiu em pista única.

Quatro horas após o primeiro deslizamento, um novo trecho desmoronou e atingiu veículos que estavam no local. Segundo um comunicado do governo do Paraná, a terra atingiu cerca de 200 metros de ambas as pistas da rodovia, onde havia trânsito intenso.

Onde o deslizamento ocorreu?

O acidente aconteceu no km 669 da rodovia, no trecho de serra. O local é conhecido como ‘Curva da Santa’ onde já foram registradas dezenas de acidentes.

A pista faz a ligação entre os estados do Paraná e Santa Catarina e está interditada há 12 horas, desde o deslizamento.

A polícia rodoviária e a concessionária fizeram bloqueios por segurança, já que segue chovendo no local. Até a última atualização estavam bloqueados: o trecho da praça de pedágio de São José dos Pinhais (PR), no km 635 da BR-376; a unidade operacional da PRF em Tijucas do Sul (PR), no km 662 da BR-376; e a praça de pedágio de Garuva (SC), no km 1,3 da BR-101.

No último ponto, já em Santa Catarina, a polícia informou registro de filas com mais de oito quilômetros.

Foto: Redes sociais

Quantas pessoas morreram?

Os bombeiros confirmaram a primeira vítima na manhã desta terça-feira (29). Não há detalhes sobre a identidade.

Quantas pessoas estão desaparecidas?

Segundo o governo do Paraná, ao menos cinco caminhões e 10 veículos foram arrastados para fora da pista.

As equipes de busca, no entanto, não informaram se há novos registros de mortes, já que as buscas tiveram que ser interrompidas no início da madrugada por causa da chuva que segue na região. A previsão era de que fossem retomadas nesta manhã.

O que dizem as autoridades?

Equipes dos bombeiros, da Defesa Civil e concessionária atuam nas buscas no local. O governo do estado informou que enviou reforços para as buscas.

Como o acidente aconteceu na divisa do estado de Santa Catarina, o governo enviou socorristas e dois cães farejadores que ajudam na procura de pessoas desaparecidas.

A Arterias, concessionária que administra a rodovia, informou que há rotas alternativas para quem está no local. Para motoristas próximos aos pontos de bloqueio, há áreas de retorno nos seguintes locais:

Na BR-376, sentido Santa Catarina:

  • Km 635: retorno nos kms 617, 619, 625 e 633
  • km 662: retorno nos kms 644, 648 e 654
  • km 669: retorno no km 663

BR-101 (SC) sentido Curitiba

  • km 1,3: opções de retorno nos kms 27, 25, 20, 14, 10, 6 e 1,8.

*Via G1

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.