Urussanga: decisão judicial permite sequência de trabalhos da CIP

Integrantes da CIP não precisam mais ouvir as testemunhas de defesa e processo poderá ser finalizado na próxima semana

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

José Adílio
Urussanga

Os trabalhos da Comissão de Investigação e Processante (CIP) poderão seguir sem precisar ouvir as demais testemunhas de defesa que não compareceram na data marcada. Nos últimos dias, os trabalhos ganharam a esfera judicial. Primeiro, a defesa do prefeito conseguiu liminar para que a CIP marcasse nova data para que as testemunhas faltantes fossem ouvidas, só que na tarde de ontem, advogados da Câmara de Vereadores conseguiram que a Justiça revogasse a decisão. A Comissão de Investigação e Processante contra o prefeito Luís Gustavo Cancellier teve início através da denúncia protocolada pelo ex-vereador Júlio Cesar Bonetti, que foi votada e aprovada no plenário para ser aberta. O
prefeito foi notificado por edital nos dias 28 de junho, já que o mesmo não foi localizado na
prefeitura de 22 a 28 de junho.

- PUBLICIDADE -

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

Com a notificação feita por edital, iniciaram-se os trabalhos com a apresentação da defesa
prévia. Na quinta-feira passada haveria oitiva das testemunhas de defesa, porém, infelizmente, foi suspensa pela comissão devido à morte da servidora da Câmara Municipal, Rosane de Brida Benedet, mas remarcadas para a sexta-feira, dia 22. Também o prefeito foi notificado para prestar depoimento na sexta- feira, dia 22. De um total de dez testemunhas arroladas, somente uma se apresentou pessoalmente e uma se apresentou
virtualmente. O prefeito também não compareceu apesar de ser notificado no dia 15 e 21 de julho.

Remarcação
A defesa apresentou pedido de marcação de nova data para oitivas faltantes, que foi indeferido pela presidência da CIP, já que haviam sido respeitados todos os prazos legais, de modo que se a defesa entendesse necessário, poderia apresentar defesa escrita das testemunhas faltantes e prefeito, junto as alegações finais do denunciado.

Leia a matéria completa na edição desta quinta-feira, 28 do jornal impresso Tribuna de Notícias

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.