Prefeito Clésio Salvaro prepara reforma administrativa

Projeto deve ser encaminhado à Câmara de Vereadores e prevê mudanças em algumas secretarias

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

JOSÉ ADÍLIO

O planejamento do prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, até o fi m do ano, é de enxugamento da máquina e para isso está preparando uma reforma administrativa que deve ser encaminhada à Câmara de Vereadores nos próximos dias. Dentre as mudanças está a criação da Secretaria de Governança, com objetivo de melhorar a gestão
e trazer mais transparência aos trabalhos realizados pela Administração Municipal.

- PUBLICIDADE -

> Clique e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

O secretário de Governo, Vagner Espíndola, explica que a intenção do prefeito já era de fazer esta reforma administrativa após as eleições e por este motivo é que já realizou
algumas mudanças no secretariado, como a ida de Celito Cardoso para a Secretaria de
Educação, no lugar de Miri Dagostim, que retornou à Câmara de Vereadores. Desta forma assumiu a Secretaria Municipal da Fazenda, Filipe Tavares, antes auditor fiscal da receita da prefeitura.

Dentre as novas mudanças a serem propostas na reforma administrativa está a extinção
de duas fundações. Passando a Fundação Municipal de Esporte (FME) e Fundação Cultural de Criciúma (FCC) a serem departamento dentro da Secretaria de Educação. “A intenção é fazer que os dois departamentos, o de Esporte e de Cultura tenham mais recursos para fazerem os seus trabalhos e dentro da Secretaria de Educação isso será possível”, explica Espíndola.

Segundo ele, o prefeito também tem a intenção da criação de uma Secretaria de Governança, com a intenção de melhorar a gestão e dar mais transparência aos trabalhos realizados. Espíndola explica que a Secretaria de Governança terá um trabalho paralelo com a Secretaria de Governo e com o Gabinete do prefeito.

Leia a matéria completa na edição desta sexta-feira, 04, do jornal impresso Tribuna de Notícias

 

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.