Pode beber no dia da eleição? Confira como funciona a lei seca eleitoral

Com as proximidades do dia 2 de outubro, muitos eleitores têm dúvida se podem beber no dia da eleição

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

- PUBLICIDADE -

Pode beber no dia da eleição? Com a proximidade do dia 2 de outubro, data do primeiro turno das eleições 2022, muitos eleitores têm essa dúvida. Afinal, para muitos o domingo é tradicionalmente o dia de curtir a folga e até tomar uma cervejinha.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

É sabido que os efeitos do álcool podem prejudicar o eleitor na hora de votar. Tanto que em vários anos o Brasil já teve a lei seca nacional no dia das eleições, a fim de evitar os transtornos causados pela mistura de bebida e voto.

Atualmente, porém, essa decisão fica por conta de cada Estado e do Distrito Federal. Assim, as regras sobre a venda e o consumo de bebidas alcoólicas variam conforme o local.

Onde pode beber no dia da eleição e onde não pode?

Poucos Estados aderiram à lei seca eleitoral até o momento. Entre os que já publicaram portarias proibindo a venda e consumo de bebidas alcoólicas estão Amazonas, Rondônia, Roraima, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Norte, Paraná e Tocantins.

Já em Santa Catarina, a lei seca eleitoral está descartada, uma vez que o Colegiado Superior de Segurança Pública de Santa Catarina decidiu não aplicar à Lei Seca no domingo, 2. Com isso, está liberado o consumo de bebida alcoólica no Estado.

*Via ND+

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.