Nova Veneza: prefeitura adere a projeto de reciclagem do IMA

O projeto abrange municípios catarinenses com até 15 mil habitantes

Foto: Divulgação/ Prefeitura de Nova Veneza

- PUBLICIDADE -

A prefeitura de Nova Veneza aderiu, na manhã desta quinta-feira, 17, ao projeto “Penso, logo destino”, que é uma iniciativa do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA). A ação tem como finalidade conscientizar e envolver todos os cidadãos para o descarte correto dos resíduos sólidos. A assinatura da parceria foi realizada na cidade de Urussanga e contou com representantes de municípios da região carbonífera que contam com até 20 mil habitantes.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

O diretor do Instituto, André Luiz Dias de Mello, comentou a importância dos municípios aderirem ao projeto que é pioneiro no Brasil. “Esse é um programa de inovação, que introduz uma nova percepção de como vamos dar destinação aos dejetos que geramos diariamente. Estamos falando de educação ambiental e preservação da nossa espécie, porque se não tratarmos a questão do lixo de forma adequada, vamos ter muitos problemas com todo o meio ambiente”, comenta o diretor.

Um dos termos utilizado dentro do projeto é o “logística reversa”, que consiste na implantação de ações voltadas aos consumidores para a devolução dos produtos e embalagens após a utilização. Os produtos a serem devolvidos são lâmpadas fluorescentes, eletroeletrônicos e seus componentes, embalagens de agrotóxicos, pneus, pilhas e baterias. “O próximo passo a ser dado é definir os pontos de coletas, para armazenamento temporário e depois realizar a destinação correta destes materiais”, comenta o presidente da Fundação de Meio Ambiente de Nova Veneza (Fundave), Juliano Dal Molin.

Nova Veneza entra nesta iniciativa, já tendo projetos voltados à preservação e reciclagem do lixo, como o Recicla Veneza. “Quando soubemos desta iniciativa do IMA, logo decidimos participar para que possamos aumentar as possibilidades de dar um destino correto aos materiais que, muitas vezes, são descartados de forma inadequada. E quando isso acontece, gera danos ao meio ambiente, por isso na nossa cidade vamos ter mais esta ação para diminuir este impacto”, comenta o prefeito Rogério Frigo.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.