Morro da Fumaça traz Selo Verde para conceder a empresas sustentáveis

Adesão precisará cumprir uma série de requisitos propostos pelo município

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

As empresas ecologicamente sustentáveis instaladas em Morro da Fumaça poderão estampar, em breve, o Selo Verde. O Governo Municipal encaminhou para Câmara de Vereadores o Projeto de Lei 021/2022, que traz ao município o certificado ambiental.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

O objetivo do projeto é estimular as ações que contribuam para um meio ambiente mais equilibrado e sustentável. A adesão precisará cumprir uma série de requisitos propostos pela Fundação Municipal do Meio Ambiente de Morro da Fumaça (Fumaf).

“O Selo Verde será concedido pelo prazo de dois anos, podendo ser renovado posteriormente. É uma forma de incentivarmos práticas ecologicamente sustentáveis entre o empresariado local, e reconhecermos as marcas que já possuam esse olhar”, explica o prefeito Noi Coral.

A identificação poderá ser aproveitada no setor de marketing das empresas certificadas. “Se quiserem utilizar o selo na embalagem dos produtos, nas mídias sociais e na comunicação visual, estarão mostrando ao público que a marca se preocupa com o meio ambiente”, explica o vice-prefeito Eduardo Sartor Guollo.

Entre os critérios avaliados pela Fumaf, estão a reutilização e a redução do aproveitamento de água, a geração de energias renováveis, a destinação correta de materiais recicláveis e o incentivo à educação, pesquisa e turismo sustentável. Depois, caberá ao Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (COMDEMA), através de votação, definir a aprovação.

“O requisito básico para pleitear o selo é estar com o licenciamento ambiental em dia. Tudo o que fizerem a mais, contará pontos. Quando atingirem uma pontuação mínima para a obtenção do selo, passarão pela votação do conselho que determinará a adesão”, informa Silvia Roseng, diretora superintendente da Fumaf.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.