Investigações envolvendo Cancellier ocorrem nos próximos 90 dias

Datas para entrevistas e encontros da Comissão de Investigação e Processante (CIP) ainda não estão definidas; atividades da comissão devem ser entregues ao presidente da Câmara de Vereadores de Urussanga em até 90 dias

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Com a aprovação da abertura de uma Comissão de Investigação e Processante (CIP) contra o prefeito Luís Gustavo Cancellier na última terça-feira, 21, a comissão tem até 90 dias para a investigação sobre a possível prática de infrações político-administrativas por parte de Cancellier, o que pode resultar na cassação do mandato do prefeito, caso aprovada. Investigados serão ouvidos e entrevistas serão realizadas, porém a CIP ainda não tem nenhum encontro marcado.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Os encontros podem ser abertos ao público. “Acredito que sim, mas os representantes do investigado podem entrar com recursos para ser em sigilo. Tudo pode acontecer”, fala o presidente da comissão, o vereador Fabiano Murialdo de Bona. Com as atividades encerradas da comissão, será aberta uma sessão extraordinária para manifestação. “Será efetuado uma sessão extraordinária para cada vereador, representantes e investigado se manifestarem. Logo após, o presidente da casa abre para cada vereador fazer seu voto, que pode ser para cassar ou absolver”, afirma o vereador.

Se cassado, o prefeito perde o direito de exercer o cargo. Caso haja a absolvição, Cancellier pode continuar no exercício do executivo.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.