Eleições 2022: Bolsonaro a frente de Lula em Santa Catarina

Esta é a primeira pesquisa feita pelo instituto no estado, em 2022, para saber em quem os eleitores pretendem votar no próximo pleito para presidente da República

Foto: UESLEI MARCELINO/REUTERS

- PUBLICIDADE -

Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas, com a população do estado de Santa Catarina, aponta que o presidente Jair Bolsonaro (PL) lidera as intenções de voto para o Palácio do Planalto nas eleições de outubro. De acordo com a pesquisa estimulada, divulgada nesta terça-feira, 14, com 45,1% dos catarinenses pretendem votar no atual Presidente da República e 29%, no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o segundo colocado.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Na pesquisa realizada, Ciro Gomes (PDT) aparece no terceiro lugar, com 6,2% da intenção de votos, seguido de Vera Lúcia (PSTU), que tem 1,6%. Na quinta posição, a pré-candidata do MDB, Simone Tebet, soma 1,4%.

André Janones (Avante), Pablo Marçal (Pros), Felipe D’Ávila (Novo), Luciano Bivar (União Brasil) e Eymael (DC) têm menos de 1% das intenções de voto.

A pesquisa de opinião pública realizada no estado de Santa Catarina utilizou uma amostra de 1.540 entrevistados, estratificada por gênero, faixa etária, grau de escolaridade e renda domiciliar mensal. Foram questionados pessoalmente eleitores de 16 anos ou mais, moradores de 62 municípios, entre os dias 9 e 13 de junho de 2022.

O nível de confiança da pesquisa é estimado em 95%, com margem de erro de aproximadamente 2,5% para os resultados gerais.

O levantamento está registrado Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-02099/2022.

*Via Metrópoles

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.