Coletiva do PL aponta as ações do partido após eleições

"Seremos oposição ao PT e suas pautas comunistas e socialistas. O presidente Bolsonaro foi convidado a ser o presidente de honra do PL", afirma Jorge Seif, senador eleito de SC


- PUBLICIDADE -

Foi realizado nesta terça-feira, 09, em Brasília, coletiva de imprensa da nacional do Partido Liberal (PL). De acordo com Jorge Seif, senador eleito por Santa Catarina – que estava no encontro – o presidente da sigla, Valdemar Costa Neto, fez várias declarações. “O PL já questionou o TSE em diversos pontos do processo eleitoral e está no aguardo de respostas. Estamos, também, no aguardo do relatório das FFAA para apresentar novas ações/questionamentos de acordo com o conteúdo apresentado”, completa Seif.

Quanto as manifestações, o PL garantiu que apoia “desde que sejam de acordo com as leis”. Além disso, o partido declarou que o apoio à reeleição de Arthur Lira para a presidência da Câmara Federal estará condicionada a possível candidatura do PL a presidência do Senado Federal. “Seremos oposição ao PT e suas pautas comunistas e socialistas. O presidente Bolsonaro foi convidado a ser o presidente de honra do PL”, completa.

- PUBLICIDADE -

Sobre a Projeto de Emenda a Constituição (PEC) da transição ele garante que o grupo “não concorda e recomenda que o PT utilize os 20% previstos para remanejamentos do orçamento da União para cumprir suas promessas de campanha. “Não reconhecemos vitoriosos até que todos esclarecimentos, já encaminhados ao TSE, bem como o relatório final das FFAA venha a público”, conclui.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.