Rio Deserto doa mais de 3 mil absorventes higiênicos ao GAPAC

Arrecadação foi em alusão ao Dia Internacional da Mulher


- PUBLICIDADE -

Na semana em que se celebra o Dia Internacional da Mulher, a Rio Deserto, com o apoio das colaboradoras, doou um total de 3.236 absorventes higiênicos para o Grupo de Apoio e Prevenção à AIDS de Criciúma (GAPAC). A instituição mantém um projeto que visa a doação mensal de absorventes e produtos de higiene e limpeza pessoal para meninas e mulheres em situação de vulnerabilidade social. Além dos absorventes higiênicos, a empresa doou 204 litros de leite para a entidade, para distribuição entre as famílias cadastradas.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

A assistente social do GAPAC, Anne Schmitz, explica que a realidade vivenciada por várias mulheres é, realmente, muito difícil. “O GAPAC faz a distribuição de kits com absorventes e produtos de higiene pessoal de forma contínua para mais de 200 mulheres da região”, afirma. Segundo ela, a falta de absorventes gera inúmeros problemas para a pessoa, de ordem psicológica, física e social. “Imagine a situação de meninas e mulheres que precisam recorrer a jornais, panos, até mesmo folhas de árvores e sacolas plásticas para tentar conter o fluxo menstrual”, ressalta.

A coordenadora de Recursos Humanos da Rio Deserto, Jaci Baggio Vieira, explica que o fato de muitas meninas e mulheres do município não terem acesso a itens básicos de higiene pessoal gerou sensibilização. “As colaboradoras iniciaram uma campanha interna e a empresa, sempre muito atenta às questões sociais, abraçou a causa e optou por duplicar a quantidade de absorventes doados pelas colaboradoras”, afirma. Conforme Jaci, neste Dia da Mulher, além de valorizar a força feminina presente na empresa, a Rio Deserto também reforça a cultura de apoio ao meio social.

ODS 5

A impossibilidade de adolescentes, jovens e mulheres comprarem itens básicos de higiene pessoal, como absorventes, ganha cada vez mais notoriedade na discussão pública. Essa dificuldade de acesso, além de provocar perda de autoestima, acaba resultando em mudanças comportamentais e impactos diretos na educação. A evasão escolar de adolescentes em período menstrual é um importante sinal. Além disso, o uso de materiais inadequados e inseguros, durante o ciclo menstrual, gera diversos problemas de saúde que poderiam ser facilmente evitados.

A ação realizada pela Rio Deserto está conectada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), com ênfase no ODS 5 (Igualdade de Gênero), já que visa combater a desigualdade de gênero no acesso à saúde e assistência social.

GAPAC

O Grupo de Apoio e Prevenção à AIDS de Criciúma (GAPAC) é uma Organização Não Governamental e sem fins lucrativos. Trata-se de uma instituição voltada ao atendimento de pessoas com DST/HIV/AIDS, em situação de rua, LGBTQIA+ ou em situação de vulnerabilidade social, que estão vivenciando a insegurança alimentar e a pobreza menstrual.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.