Nova Veneza: vocação na gastronomia, cultura e turismo de natureza

Nova Veneza aposta nestes três eixos para aproveitar os próprios potenciais e atrair ainda mais visitantes

Foto: Nilton Alves/TN

- PUBLICIDADE -

Gustavo Milioli
Nova Veneza

Nem só da boa e velha comida típica italiana vive o turismo de Nova Veneza. Após consolidar-se como um polo gastronômico, o município aposta alto no aspecto histórico-
cultural e no turismo de natureza para atrair ainda mais visitantes. “Nova Veneza tem trabalhado o turismo em três eixos, que percebemos ser a vocação do município: gastronômico, histórico-cultural e do turismo de natureza. Desde então, temos
investido em iniciativas voltadas a essas áreas. O ponto que consideramos mais maduro é a gastronomia, mas já observamos uma forte movimentação das pessoas em busca da parte histórica e religiosa da cidade, além das belezas naturais”, externa Carolina Ghislandi, secretária de Cultura, Esporte e Turismo de Nova Veneza.

- PUBLICIDADE -

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

Os dois últimos eixos contam com um extenso repertório de pontos turísticos. Além do
Santuário de Nossa Senhora do Caravaggio e do Museu do Imigrante, a secretária citou o Museu do Imigrante, as trilhas, a rota em direção à Serra do Rio do Rastro, a reserva do Aguaí, as diversas cachoeiras e o Parque Xokleng, com três hectares de preservação ambiental no centro do município. “Temos as Casas de Pedra, o nosso único patrimônio
histórico nacional tombado, sendo mais uma importante peça da história resguardada da
colonização italiana no Sul de Santa Catarina”, destaca.

Potencial

Aliás, o interior de Nova Veneza tem sido visto como um oásis para empresários do setor.
Levar o turista para ‘mata a dentro’, passear a cavalo e tomar banhos refrescantes de rio são algumas das atividades que levam pessoas a se desconectar da correria do dia a dia para curtir alguns dias de paz na natureza.

“Nos últimos anos, o que mais surgiu na abertura de empresas no município foram pousadas no interior, voltadas a exploração do turismo rural. Temos cachoeiras que já são
bastante conhecidas, como a do Cantão e a dos Maragatos, mas que estão em terrenos
particulares. Por isso, é importante que as pessoas sempre busquem orientação dos
nossos operadores de turismo para que possam acessar esses locais com segurança.”

Projetos voltados à área
Recentemente, a pasta apresentou projetos importantes para atuarem no resgate ao passado e nas potencialidades turísticas de Nova Veneza. “Na área da Cultura, realizamos o
projeto 130 Anos, 130 Histórias, que contou e ouviu as memórias de 130 idosos, os mais velhos vivos em Nova Veneza no ano passado, no aniversário de colonização. Com isso, criamos um acervo de história de mais de 100 horas. Na mesma área, tivemos o Turismo nas Escolas, onde apresentamos para todos os alunos do nono ano do ensino fundamental a relevância do turismo para o município e como eles poderiam aproveitar as oportunidades, seja em relação a emprego, investimentos, empreendimentos.
O objetivo é que eles entendam como o turismo é importante em Nova Veneza e como eles poderão se beneficiar para melhorar a vida deles e da família”, finaliza a secretária.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.