Nova Veneza coleta mais de 11 mil itens eletrônicos em iniciativa

Na ação foram recolhidos baterias, pilhas e lâmpadas

Foto: Lucas Sabino

- PUBLICIDADE -

O município de Nova Veneza, através da Fundação de Meio Ambiente (Fundave), em parceria com a Associação Feminina de Assistência Veneziana (AFAVE), realizou nas últimas semanas uma campanha junto aos Clubes de Mães da cidade, para buscar arrecadar materiais eletrônicos que não estão sendo utilizados. A iniciativa faz parte do programa Penso, logo destino. Ao todo foram mais de 11 mil itens entre pilhas, lâmpadas e eletrônicos recolhidos em todo o município.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

A campanha também contemplou as escolas do município e moradores que foram até a sede da Fundave. “É um trabalho que estamos realizando há algum tempo e tivemos um excelente resultado, que nos colocou em uma posição de destaque na região”, pontua o presidente da fundação, Juliano Dal Molin.

Os materiais são destinados para empresas que fazem a logística reversa e destinação correta. “É importante que as pessoas saibam que este tipo de material também tem que ser direcionado para um local adequado e seguro, por isso realizamos essa ação em todas as comunidades de Nova Veneza”, pontua Dal Molin.

A parceria com a Afave, envolveu 363 mães, que recolheram: 9.860 pilhas, 846 lâmpadas, 306 pneus e 931 eletrônicos. Totalizando 11.943 itens que tiveram a destinação correta. “Lembrando que a campanha continua para toda a população. Quem precisar destinar pilhas, baterias, eletrônicos, lâmpadas, pode procurar a FUNDAVE para o descarte correto ou então levar até um dos pontos de coleta do programa RECICLA Veneza. Vamos juntos melhorar a qualidade ambiental de nosso município”, pontua Dal Molin.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.