Maracajá: Curso de fabricação de conservas é oferecido pela prefeitura

As inscrições são gratuitas, já estão abertas e podem ser feitas no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS)

Foto: divulgação

- PUBLICIDADE -

O Serviço de Aprendizagem Rural (Senar), em parceria com a Prefeitura de Maracajá, por meio do Departamento de Assistência e Bem-Estar Social, promove no próximo mês um curso de fabricação caseira de conservas de frutas, hortaliças e molhos.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

As inscrições são gratuitas, já estão abertas e podem ser feitas no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS). São disponibilizadas 12 vagas e o prazo final das inscrições será no dia 31 de maio. O curso acontecerá nos dias 1 e 2 de junho, das 8h às 12h, e das 13h às 17 horas, no Cras.

O objetivo do curso é produzir conservas seguindo orientações básicas sobre educação dos alimentos, nutrição e higiene. “A capacitação repassa aos participantes informações sobre as boas práticas de manipulação e conservação dos alimentos, esterilização dos vidros, rotulagem, segurança e saúde no trabalho, cuidados com o meio ambiente, entre outros assuntos”, explica a diretora de Assistência e Bem-Estar Social, Cleiane Pereira de Souza.

Outro objetivo do curso é aproveitar a produção da agricultura familiar, que é forte em Maracajá. “A agricultura representa 40% da do movimento econômico do nosso município, e a agricultura familiar está cada dia mais forte, por isso procuramos oferecer diferentes formas de melhorar a renda das nossas famílias”, disse o prefeito Anibal Brambila.

A diretora de Assistência e Bem-Estar Social salienta que a profissionalização das mulheres por meio de cursos é uma das prioridades da Administração e do Departamento. “Disponibilizamos cursos como costura industrial e artesanato. Buscamos incentivar não só as mulheres, mas a comunidade em geral, para agregar uma nova fonte de renda para a família. E este curso de conservas é bem interessante e esperamos que as pessoas participem, pois pode gerar um lucro ou até mesmo para consumo próprio”, lembrou Cleiane.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.