Mapa Gastronômico expõe potencialidades de Criciúma

Além da variedade das casas que compõem a Via Gastronômica, publicação lançada nesta quinta-feira evidencia os pontos turísticos da cidade


- PUBLICIDADE -

Hotéis, pontos turísticos, instituições de ensino, Centro de Atendimento ao Turista e empresas vão disponibilizar o Mapa Gastronômico, roteiro que conta com os 25 estabelecimentos integrantes da Via Gastronômica da Associação Empresarial de Criciúma (Acic). A publicação foi lançada oficialmente em evento realizado na sede da entidade nesta quinta-feira, 3.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

“Além da variedade das casas, que aliam tradição, inovação e alcançam a alta gastronomia, o Mapa evidencia os pontos turísticos da cidade. Vai cumprir o importante papel de mostrar nossas potencialidades e, junto com o Festival de Sabores, será um grande marco da economia de Criciúma”, considera o presidente da Via Gastronômica, Joster Favero.

A Via é um dos 26 núcleos da Associação Empresarial de Criciúma. “A Acic está à disposição para apoiar a Via Gastronômica, pois entendemos que esse trabalho é de fundamental importância. Chegamos a quase dois anos de pandemia e o setor está cada vez mais forte”, enaltece o presidente da Acic, Valcir José Zanette.

No sentido de fortalecer o núcleo, Zanette sugere novas parcerias e a promoção de eventos que incentivem o envolvimento regional, favorecendo outros setores econômicos, como o turismo e o setor de serviços.

Festival Gastronômico

Presente ao evento de lançamento do Mapa Gastronômico, o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, reforçou a relevância de o município contar com segmentos organizados, como é o caso da Via.

“O poder público deve ajudar as empresas a ter sucesso, atendendo suas demandas. A gastronomia contribui não só com o desenvolvimento. Além de ser prazerosa, divulga o nome da cidade”, aponta Salvaro.

O prefeito também apoia o projeto da Via Gastronômica de levar a oitava edição do Festival de Sabores para o Parque das Nações, em novo formato para o evento que até então restrito às casas integrantes do núcleo. “Gosto muito dessa ideia de levar grandes eventos para espaços públicos e terá todo o apoio do governo”, garante.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.