Internacional: Número de refugiados da Ucrânia chega a 4,32 milhões

Polônia recebeu 2,5 milhões de pessoas desde o início da guerra

Foto: KAI PFAFFENBACH/REUTERS

- PUBLICIDADE -

O Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) informou nesta sexta-feira, 8, que o número de pessoas que deixaram a Ucrânia em direção a outros países por causa da invasão russa chegou a 4,32 milhões.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Segundo a agência, ontem foram contabilizados 5.000 novos refugiados, o menor número diário desde o início dos ataques contra o território ucraniano, em 24 de fevereiro.

A Polônia recebeu 2,5 milhões de pessoas vindas da antiga república soviética.

Segundo Matthew Saltmarsh, porta-voz do Acnur, 700 mil ucranianos já receberam do governo polonês o número de identificação necessário para obter acesso à rede de saúde e benefícios sociais.

Desse grupo específico, 94% são mulheres e crianças, segundo explicou o representante da agência, em entrevista coletiva.

Segundo o Acnur, além dos refugiados, a Ucrânia registra, pelo menos, 7,1 milhões de deslocados internos. Já o total de pessoas que precisaram sair da casa em que viviam chegou a 11,4 milhões, o que representa um quarto da população total de antes do conflito.

A ONU segue classificando a situação como a pior crise de refugiados já sofrida pela Europa desde o fim da Segunda Guerra Mundial.

*Via R7

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.