Internacional: Ampliando ofensiva, Rússia ataca Kiev e Lviv

Defesa ucraniana abateu quatro mísseis de cruzeiro em Lviv


- PUBLICIDADE -

Aviões de guerra russos bombardearam Lviv e mísseis atingiram Kiev e Kharkiv neste sábado (16), conforme Moscou cumpre a ameaça de lançar mais ataques contra cidades ucranianas.

Na sitiada Mariupol, cenário dos combates mais pesados da guerra e da pior catástrofe humanitária, as tropas russas colocaram pressão sobre os avanços recentes, esperando compensar o fracasso em capturar Kiev.

- PUBLICIDADE -

Moscou informou que seus aviões atingiram uma fábrica de reparos de tanques na capital, onde pôde ser ouvida uma explosão no distrito de Darnytskyi, no sudeste de Kiev. O prefeito da capital da Ucrânia disse que pelo menos uma pessoa morreu e que os médicos estão lutando para salvar outras vidas.

O exército da Ucrânia disse que os aviões de guerra russos que decolaram de Belarus também dispararam mísseis na região de Lviv, perto da fronteira com a Polônia, onde quatro mísseis de cruzeiro foram abatidos por defesas aéreas ucranianas.

Em Mariupol, jornalistas da Reuters nas partes da cidade controladas pelos russos chegaram à siderúrgica Ilyich, que Moscou alegou ter capturado na sexta-feira (15). O local abriga uma das duas gigantescas fábricas de metal onde defensores têm resistido em túneis subterrâneos e bunkers.

Os ataques seguiram o anúncio da Rússia ontem, de que o país intensificaria a ofensiva de longo alcance em retaliação a atos não especificados de “sabotagem” e “terrorismo”, horas depois de confirmar o naufrágio de seu navio almirante no Mar Negro, o Moskva.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.