Içara: Mais uma turma do curso de Iniciação ao Trabalho é iniciada

O primeiro encontro com os 20 adolescentes foi realizado nesta segunda-feira no Cras do bairro Jaqueline

Foto: Divulgação/Comunicação Içara

- PUBLICIDADE -

Esta segunda-feira, 11, foi especial para os 20 adolescentes que iniciaram o Programa de Iniciação ao Trabalho (PIT), em uma parceria do Governo de Içara com o Centro de Integração Empresa Escola de Santa Catarina (CIEE/SC). Com dicas, orientações e conhecimento técnico, a formação busca mudar a trajetória e o início das carreiras profissionais dos alunos. As aulas são divididas em 10 encontros presenciais na sede do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) do bairro Jaqueline.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

O curso é acompanhado pela Secretaria de Assistência Social, Habitação, Trabalho e Renda, por meio da técnica do Programa Nacional de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho (ACESSUAS), Raquel Lima Arceno. “Hoje foi o primeiro contato deles com o professor, com a equipe técnica que vai dar todo o suporte. Aproveitamos também para entregar o material de trabalho, dar as boas-vindas e explicar como vai ser todo o curso. Já realizamos algumas turmas como esta, em todas temos casos de jovens que aproveitaram os conhecimentos enquanto ainda alunos do curso para conseguirem o primeiro emprego, isso é gratificante”, disse o secretário de assistência social, habitação, trabalho e renda Eduardo Michels Zata.

A data do término do curso está marcada para o dia 4 de maio com formatura. “A qualificação profissional precisa começar cedo, até antes mesmo deles saberem a profissão que querem seguir. Informações, orientações sobre a rotina de um ambiente de trabalho, formas de se comunicar com equipes, colegas e em uma entrevista de emprego, além de outras questões são ensinadas no curso”, lembrou a prefeita Dalvania Cardoso.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.