Empresas do Sul Catarinense debatem importância dos ODS nas atividades

Empresas do futuro: inovação, educação e desenvolvimento de pessoas

Fotos: Divulgação

- PUBLICIDADE -

As práticas empresariais e o compartilhamento de ideias e resultados com base nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) foram assuntos que nortearam o evento promovido pelo Comitê Local Criciúma do Movimento Nacional ODS SC, em alusão à Semana ODS em Pauta. O encontro, com o tema “Por que somos ODS? – Setor empresarial em foco”, aconteceu na tarde dessa quinta-feira, dia 26, no Espaço Integra Coopera, em Forquilhinha.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Durante a conversa, foram apresentados os cases ODS das empresas Plasson do Brasil, Maxipas, Molduras Santa Luzia e Rio Deserto, bem como da Associação Empresarial de Criciúma (Acic). O objetivo foi estabelecer um diálogo aberto, possibilitando a troca de informações e conexões relacionadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, bem como estimular pessoas, empresas e instituições a aderirem ao movimento.

A analista de processos da Plasson do Brasil, Deise Fontanella, explica que o primeiro passo é fazer um levantamento de ações realizadas na empresa. “Depois, identificamos os ODS nos quais tínhamos mais abrangência, elencamos melhorias e evolução contínua”, afirma. Outra participante, a analista de qualidade da Maxipas, Analu Zanela, destaca que a empresa sempre busca realizar ações tendo em vista o envolvimento das comunidades. “Por meio dos ODS, engajamos a sociedade, levando conhecimento e mostrando o que temos feito”, disse.

A gerente de qualidade e sustentabilidade da Molduras Santa Luzia, Fabiana Piazza, enfatiza que a parceria entre empresas é algo que se destaca no movimento ODS. “A união é interessante para o alcance dos objetivos”, sublinha.

Empresas do futuro: inovação, educação e desenvolvimento de pessoas

Para a superintendente industrial, de qualidade, novos produtos e licenciamento da Rio Deserto, engenheira química/mineral, Rosimeri Venâncio Redivo, a empresa atual precisa estar atenta a tudo o que acontece no entorno. “Empresa sadia é aquela que está à frente do tempo, que investe em inovação, eficiência, educação e desenvolvimento de pessoas. É aquela que entende os ODS como parte integrante do processo”, sublinha. Segundo ela, cada vez mais o mundo corporativo exige que as empresas pensem de forma globalizada.

O fechamento do bate-papo foi feito pela diretora executiva da Associação Empresarial de Criciúma (Acic), Maria Julita Volpato Gomes, que fez um compilado das ações elencadas pelas empresas e ressaltou a força do empreendedorismo no movimento ODS. “A Acic é signatária ODS desde 2019 e busca incentivar cada vez mais empresas a aderirem ao movimento. Temos práticas consolidadas, como o Prêmio Acic de Matemática e o Selo de Sustentabilidade, bem como ações que buscam incentivar cada vez mais a educação e qualificação profissional, tendo em vista o desenvolvimento regional”, disse.

ODS em Pauta

A Semana ODS em Pauta é promovida pelo Movimento Nacional ODS Santa Catarina sempre na última semana do mês de maio. Neste ano, além das ações dos comitês locais, foram realizadas ações da coordenação estadual de forma on-line. As atividades encerram nesta sexta-feira, dia 27, quando ocorrerá a assinatura do Acordo Cidades 2030, no qual as prefeituras poderão aderir para acelerar a implementação dos ODS nos municípios.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.