Em Forquilhinha, governador confirma melhorias no aeroporto

Governo do Estado emite ordem de serviço para melhorias no aeroporto Diomício Freitas e a adesão de Forquilhinha e Braço do Norte ao Plano 1000

Fotos: Julio Cavalheiro/Secom

- PUBLICIDADE -

A passagem do governador Carlos Moisés por Forquilhinha, na tarde desta sexta-feira, 28, rendeu frutos ao Sul de Santa Catarina. O Governo do Estado emitiu a ordem de serviço para melhorias no aeroporto Diomício Freitas, na ordem de R$ 12,9 milhões, e a adesão de Forquilhinha e Braço do Norte ao Plano 1000, o que renderá R$ 27 milhões e R$ 34 milhões, respectivamente, para os dois municípios executarem projetos históricos para seus moradores ao longo dos próximos cinco anos.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

“O fortalecimento dos 295 municípios de Santa Catarina, assim como da aviação regional, são duas importantes bandeiras da nossa gestão. Assim como estamos investindo no Aeroporto de Jaguaruna, aqui também um anseio muito forte para manter o aeroporto funcionando, os empresários precisam desta estrutura em boas condições para o desenvolvimento da região”, resumiu o governador.

::: Mais imagens do ato em Forquilinha 

Os trabalhos no Diomício Freitas incluem recuperação asfáltica da pista de pouso e decolagem, taxiway, acesso aos hangares e do pátio de estacionamento das aeronaves, além de readequação da faixa de pista, cercamento e implantação de via de inspeção.

Após essa etapa, o Governo do Estado também planeja implantar uma estação meteorológica automática que proporcionará a retomada dos voos por instrumentos no aeroporto, permitindo operação de pouso e decolagem mesmo em condições de tempo adversas.

Plano 1000 garante mais R$ 61 milhões em repasses

A ocasião também marcou a entrada de Forquilhinha e Braço do Norte ao Plano 1000. “As duas cidades têm projetos importantes que poderão tornar realidade com os recursos do Governo do Estado. Nós saneamos as contas públicas e agora estamos viabilizando investimentos para que Santa Catarina continue crescendo muito acima da média nacional”, projeta Carlos Moisés.

O município anfitrião dos atos da tarde desta sexta utilizará os R$ 27 milhões para a revitalização e o embelezamento da sua principal via, a avenida 25 de Julho, obra que impulsionará o turismo e toda a economia da cidade.

“Será o maior investimento da história de Forquilhinha. O Governo do Estado tem se mostrado municipalista e valorizado todas as necessidades da população. Os problemas estão nos municípios e nos bairros, e os prefeitos precisam de gestores estaduais e nacionais que tenham essa sensibilidade. O governador Carlos Moisés tem demonstrado isso para toda Santa Catarina”, analisa o prefeito de Forquilhinha e presidente da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (AMREC), José Cláudio Gonçalves.

A revitalização começa nas proximidades da cervejaria Saint Bier e atravessa toda a área central de Forquilhinha até o Corpo de Bombeiros Militar. O projeto prevê calçadão, ciclofaixa em sentido duplo, iluminação e embelezamento.

Já o município de Braço do Norte utilizará os R$ 34 milhões a que tem direito para tirar do papel uma obra de impacto regional: o anel viário do município, com mais de oito quilômetros de extensão para desafogar o trânsito na área central de Braço do Norte e melhorar a mobilidade para o município e localidades vizinhas.

“O projeto está pronto, atualizado e, em breve, iremos encaminhar para a licitação. A digital do governador Carlos Moisés ficará na história de Braço do Norte”, agradeceu o prefeito, Beto Kuerten Marcelino.

Conforme o secretário de Estado da Fazenda, Paulo Eli, o Plano 1000 surgiu da necessidade de preparar as cidades catarinenses para todos os tipos de necessidades que surgirão nos próximos 20 anos. “Nosso planejamento atende ao questionamento de uma pergunta básica: que Santa Catarina nós queremos para os próximos anos? Como as pessoas vão viver? Teremos uma população de R$ 10 milhões e precisaremos de mais infraestrutura, energia, água, esgoto, gás. O Estado precisa dar resposta a essas questões”, explicou.

Os atos foram realizados no hall do Aeroporto Diomício Freitas e também tiveram a presença dos deputados estaduais José Milton Scheffer, Júlio Garcia e Rodrigo Minotto, dos secretário de Estado da Educação, Luiz Fernando Vampiro, o subchefe da Casa Civil, Juliano Chiodelli, o diretor financeiro do BRDE, Eduardo Pinho Moreira, o presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial, Giovani Adriano, prefeitos, vereadores, empresários, lideranças da região e funcionários do aeroporto.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.