Edital para duplicação da SC-108 sai ainda neste mês

Em agenda na capital, prefeito de Cocal do Sul recebeu a garantia da Secretaria de Estado da Infraestrutura

Foto: Guilherme Cordeiro/TN

- PUBLICIDADE -

Thiago Oliveira
Cocal do Sul/Florianópolis

Mais do que realizar um sonho antigo de toda a comunidade, as obras de pavimentação da SC-442 aproximaram Cocal do Sul do Governo do Estado. E o bom relacionamento está perto de culminar em uma das maiores obras do Sul. Depois de duas tentativas, o edital de licitação para as obras de duplicação da SC-108 e do anel viário de Cocal do Sul está pronto para ser lançado novamente. Em agenda na capital, o prefeito Fernando de Fáveri (MDB) recebeu a resposta positiva quanto ao pedido de reequilíbrio orçamentário das empresas interessadas.

- PUBLICIDADE -

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

Nos editais lançados pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (SIE), o trabalho foi orçado em R$ 188 milhões. O que, para as empresas interessadas, é insuficiente, já que apresentaram propostas acima de R$ 200 milhões.  “O reequilíbrio orçamentário ficou em R$ 198 milhões e a nova licitação deve ficar entre os dias 15 e 30 deste mês; seguimos acompanhando de perto cada movimento dessa tão importante obra”, pontua o prefeito de Cocal do Sul. “O anel de contorno viário, além de contribuir com a mobilidade urbana, vai trazer uma nova perspectiva, ampliando para a atração de empresas e novas indústrias; estamos acompanhando semanalmente, conversando com o secretario”, completa.

O assunto é discutido há anos, e com o constante aumento no tráfego que passa pelo centro do município – atualmente são 22 mil carros ao dia – a necessidade vem aumentando. As negociações, porém, se intensificaram no último ano, com a chegada do prefeito Fernando de Fáveri (MDB) e com os investimentos que já vêm sendo realizados pelo Governo no Sul.

“Uma das maiores obras, que vai beneficiar toda a Região Sul do Estado. Hoje o grande problema de Cocal é a mobilidade. Em um horário de pico, quem conhece a cidade, sabe que está tudo parado. A mobilidade está muito ligada ao progresso. E o desenvolvimento de uma cidade passa pela abertura de novas estradas. E com isso, a cidade tende a crescer muito”, destaca o prefeito de Cocal.

Integração pela mobilidade

Um outro projeto, integrado ao anel de contorno de viário, deve contribuir ainda mais com a mobilidade não apenas de Cocal do Sul, mas de toda a região Sul: a duplicação da SC-108, até Urussanga.

Segundo De Fáveri, o projeto inicia duplicado pela rótula de Urussanga e vem pela SC-108, entrando nas comunidades de Rio Galo e Rio Comprudente, cruza a SC-442, e sai próximo à SER Eliane, antes de chegar na Associação Atlético Banco do Brasil (A.A.B.B), e segue duplicada até a primeira rótula do anel viário de Criciúma. “Uma obra muito grande, com recursos próprios do Governo do Estado. A conclusão do projeto pela Iguatemi já ficou pronta. Agora são questões burocráticas para a licitação e tudo se encaminha para ser agora em dezembro”, afirma o prefeito, revelando ainda que há conversas para receber o governador no próximo mês. “Estamos tratando com ele, e todo mundo está bastante ansioso com essa obra aí”, completa.

A estimativa é que a obra leve, no mínimo, três anos para ficar pronta, e que já em 2022, as máquinas iniciem os trabalhos. “Estamos trabalhando para lançar esta licitação ainda em dezembro para isso. Para que no ano que vem, as obras ronquem no trecho”, destaca.

Parceria

O prefeito de Cocal do Sul destacou também a parceria que tem realizado com o Governo do Estado. “O Thiago [Vieira, secretário de Estado da Infraestrutura] tem sido muito acessível. Esses dias, veio no município. Tem sido muito solícito. Principalmente com o término da SC-442, que é um sonho para a região. Também tem liberado recursos para pavimentações na área rural. E de contrapartida, estamos fazendo uma rotula na SC-108 para ajudar na mobilidade. Essa parceria com o Governo, através do próprio governador, e em especial com o secretário Thiago, tem sido fundamental”, completa.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.