Distribuição da vacina para crianças seguirá critério populacional

Sudeste terá 39% das doses, com São Paulo recebendo 20% dos imunizantes; primeiro lote deve chegar ao país nesta quinta , 13

Foto: SEBASTIEN BOZON/AFP

- PUBLICIDADE -

O governo federal divulgou nesta terça-feira, 11, como será a distribuição de vacinas contra Covid-19 para crianças entre 5 e 11 anos. A previsão do Ministério da Saúde é de que o primeiro lote, com 1,2 milhão de doses do imunizante Comirnaty, da Pfizer, chegue ao país nesta quinta-feira, 13, pelo aeroporto de Viracopos, em Campinas.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

O encaminhamento da vacina seguirá o critério populacional (de acordo com a faixa etária). A região que receberá o maior percentual de doses será o Sudeste, com 39,18% do total. O estado de São Paulo, o mais populoso do Brasil, terá 20,73% dos imunizantes (veja tabela ao fim desta reportagem).

O Brasil deve receber 4,3 milhões de doses da vacina para crianças em janeiro. Na última segunda-feira, 10, o ministro Marcelo Queiroga anunciou a antecipação de 600 mil doses desse total. O governo informou que a Pfizer deve entregar mais 7,2 milhões de doses em fevereiro e 8,4 milhões em março.

Os imunizantes serão analisados pelo INCQS (Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde) antes de ser enviados aos estados e municípios. A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou o uso da vacina da Pfizer para a população entre 5 e 11 anos em 16 de dezembro último.

A imunização de crianças não será obrigatória no Brasil, diferentemente de todas as outras imunizações infantis previstas pelo PNI (Programa Nacional de Imunização). Caberá aos pais ou responsáveis dar o aval para a aplicação. O intervalo entre uma aplicação e outra será de oito semanas.

Apesar de manter nas mãos dos pais a decisão de vacinar ou não as crianças, o Ministério da Saúde voltou atrás em relação à cobrança da prescrição médica como condicionante para a aplicação.

A dose da vacina que será aplicada nas crianças equivale a um terço da usada nos adultos. O imunizante poderá ser armazenado por dez semanas a uma temperatura de 2°C a 8°C. A vacina aplicada em pessoas acima de 12 anos pode ser guardada por quatro semanas após o descongelamento. O frasco do imunizante pediátrico é de cor laranja, enquanto o de adultos é roxo.

*Via R7

Arte: Reprodução/R7
-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.