Criciumense expressa sentimentos através do desenho artístico

Desde criança, a criciumense Raissa Levati Pelegrim, se destaca pela realização de desenhos; o dom, que foi aperfeiçoado com a prática, se tornou um dos seus meios de trabalho

Foto: Nilton Alves/TN

- PUBLICIDADE -

Letícia Ortolan
Criciúma

Um amor que nasceu na infância e cresce junto às coleções de histórias da sua vida. Desde
pequena, Raissa Levati Pelegrim, criciumense de 32 anos, já tinha o dom de desenhar. Para ela, produzir ilustrações com lápis e caneta em uma folha, sempre foi a forma mais fácil de expressar sentimentos. E, até hoje, a cada arte concluída, uma nova descoberta sobre si mesma é feita.

- PUBLICIDADE -

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

Formada em educação física, Raissa trabalha como personal trainer, alinhado junto à produção de desenhos artísticos. Mesmo com a rotina intensa do dia a dia, que iniciou pela necessidade imposta por empecilhos, deixar de exercer uma das duas áreas não é considerada uma opção atualmente.

A memória mais antiga de Raissa sobre os desenhos é de quando tinha três anos de idade. Ela lembra que adorava desenhar dragões e dinossauros. Na escola, sempre foi aluna destaque nas aulas de artes. Porém, até os 17 anos, a prática era considerada apenas um hobbie.

“Eu era aquela criança que estava sempre com o papel e o lápis na mão rabiscando. Meu pai guardava cada um deles, em uma pasta, e isso foi me incentivando a querer produzir cada vez mais. Fui crescendo, me aperfeiçoando, mas durante muitos anos, fazia por passatempo e porque gostava”, destaca a artista.

Quando se formou no ensino médio, Raissa tentou cursar algumas áreas relacionadas ao
desenho. No entanto, nenhum delas levava para o que ela realmente gostava: a ilustração
artesanal, feita a mão.

Leia a matéria completa na edição desta segunda-feira, 19, do jornal impresso Tribuna de Notícias.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.