Criciúma: UPA 24h do Rio Maina inicia realização de pequenas cirurgias

Unidade completou um mês de funcionamento na última sexta-feira, 18

Foto: Divulgação/Decom

- PUBLICIDADE -
A Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h) do Rio Maina passou a realizar procedimentos de pequenas cirurgias na última terça-feira, 15. No local, que completou na sexta-feira, 18, um mês de funcionamento, estão sendo realizadas, em média, 20 cirurgias por dia, todas encaminhadas pelas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de cada comunidade, por meio de agendamento pelo sistema de regulação (Sisreg). Os procedimentos cirúrgicos acontecem de terça à sexta-feira das 8h às 17h.
 “Inauguramos a UPA 24h há um mês, com a intenção de humanizar os atendimentos na comunidade e município, e estamos alcançando este objetivo. Agora, com o início dos procedimentos de pequenas cirurgias, ampliamos nossos serviços e diminuímos ainda mais as filas de espera”, relatou o secretário Acélio Casagrande. A unidade tem capacidade de realizar aproximadamente 400 cirurgias por mês, sendo que em três dias, já foram realizados 87 procedimentos.
Para realizar o procedimento, os pacientes precisam passar pelo médico do seu bairro. “Os agendamentos não são feitos aqui na UPA. Todas as entradas devem ser agendadas pela UBS e encaminhadas a nós por meio da Secretaria de Saúde do Município”, afirmou o diretor geral da UPA 24h do Rio Maina, Fabiano Ribeiro Teixeira.
Primeiro mês de funcionamento
Inaugurada no dia 18 de fevereiro, a Unidade de Pronto Atendimento 24h já realizou até hoje 5216 atendimentos. A unidade conta com três médicos clínicos gerais, técnico de gesso e raio-x, técnicos de enfermagem, enfermeiros, dentista, farmácia, serviço social, além de administrativo.
Além das consultas de casos de urgência e emergência, que não necessitam de agendamento prévio, a unidade realizou pelo menos 380 atendimentos odontológicos, 87 imobilizações ortopédicas, 970 exames laboratoriais e 497 exames de raio X.
-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.