Criciúma: Tempo para abrir uma empresa na cidade caiu para quatro horas

Tempo é estipulado desde a solicitação até a existência legal do negócio

Foto: Samuel Borges

- PUBLICIDADE -

O tempo para abrir uma empresa em Criciúma diminuiu novamente. O prazo, desde a solicitação até a existência legal do negócio, agora é de quatro horas. O prefeito Clésio Salvaro anunciou o avanço na última segunda-feira, 28, na cerimônia de posse da nova diretoria da Associação Empresarial de Criciúma (Acic). “Em Criciúma procuramos ser parceiros de novos negócios, contribuindo para o desenvolvimento do município e auxiliando novos empreendedores com a desburocratização dos serviços”, ressaltou o prefeito.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

“Esse prazo só foi atingido por melhorias no sistema de cadastro. Processos de diferentes setores foram integrados na Casa do Empreendedor. Além disso, digitalizar a maior parte do serviço também tornou tudo mais ágil, já que não é preciso se deslocar até vários locais e aguardar em filas”, explicou o diretor de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação, Aldinei Potelecki.

O período necessário para abrir uma empresa na cidade tem histórico de diminuição. Segundo dados do setor, em janeiro de 2021, esse prazo era de dois dias. Em março, um dia, e em dezembro foi reduzido para 14 horas. No ano passado, 5630 empresas foram abertas em Criciúma, e o saldo entre trabalhadores admitidos e desligados foi de 4550.

*Via Governo de Criciúma

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.