Criciúma: obras em supermercado no centro devem melhorar trânsito

Prefeitura de Criciúma liberou a intervenção, que passa por trás de drenagem do Canal Auxiliar

Foto: Nilton Alves

- PUBLICIDADE -

Quem passa pelas ruas Felipe Schmidt e Marechal Deodoro, no centro de Criciúma, vem observando intervenções nos arredores do Supermercado Angeloni. O tradicional estabelecimento, apesar de ser o mais antigo da rede, é considerado a sede dois na cidade desde a inauguração do Angeloni Center, na Avenida Centenário.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Ocorre que o ‘Angeloninho’, como é popularmente conhecido, está passando por uma transformação. O local saltará para uma área de 4.728,60 metros quadrados, aproximadamente mil a mais em comparação a atual. A ampliação, um sonho antigo do grupo, só foi viabilizada porque, nesta tentativa, a Prefeitura de Criciúma cedeu a licença ambiental. Uma drenagem do Canal Auxiliar do Rio Criciúma havia sido o impeditivo anteriormente.

“Essa drenagem passa nas proximidades de onde será construído o estacionamento, na parte de trás da loja. Neste caso, eles estão refazendo a tubulação, que corre por baixo. No momento está sendo executada a terceira etapa do canal, no Pio Corrêa. Então, essas drenagens antigas, irão deixar de existir futuramente. Por isso, desta vez, a obra foi aprovada”, explica Giuliano Elias Colossi, diretor de Planejamento Urbano do município. De acordo com o gestor, o projeto da obra está de acordo com o Plano Diretor de Criciúma e com o estudo socioambiental do próprio rio.

O Angeloni do centro será transformado em uma loja conceito, cuja a implementação tem se tornado em uma tendência nas outras cidades onde a rede opera. O estabelecimento, além de ser ampliado em mais de mil metros quadrados, terá 91 vagas de estacionamento, toda a parte de eletro, bazar e uma característica paisagística totalmente reformulada.

“A alteração maior do projeto está em jogar todo o estacionamento lá para trás, onde estão os drenos. O resto do estabelecimento permanece no local onde já existiam edificações, que foram demolidas”, observa Jeferson Aléssio, o arquiteto responsável pelas obras. A empresa resolveu mudar de planos e, agora, optou por executar uma ampliação de menores dimensões.

“Na outra vez, eles criaram um projeto bem maior. Agora eles estão com um conceito de lojas menores, de mais fácil acesso. Terá um novo layout, um novo visual de imagem, com a fachada repaginada. Eles já fizeram isso em Florianópolis, Tubarão, e esta será a primeira em Criciúma com o novo padrão visual. O mobiliário também será novo”, pontua Aléssio.

Melhoras no trânsito local

Na visão do arquiteto, a reforma também impactará positivamente no trânsito no entorno do perímetro. “Aquelas vagas que tinham na rua Marechal Deodoro vão deixar de existir. Ali será um jardim. Portanto, toda aquela confusão de estacionamento no local, que por vezes impede a fluidez do trânsito, não vai mais atrapalhar”, comenta.

Os acessos à garagem serão tanto pela Marechal Deodoro, quanto pela Felipe Schmidt. O local terá três entradas e duas saídas. A tradicional loja atual, já considerada obsoleta pelo próprio arquiteto, será transformada em um aparato paisagístico moderno. “Além disso, as maiores novidades ficam por conta dos segmentos de bazar e eletro, que antes só tinham no Angeloni Center, da Avenida Centenário. Os consumidores terão novas opções”, arremata Aléssio.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.