Criciúma está perto de implantar o Escritório de Projetos

Em Florianópolis, o Governo Municipal solicitou a adesão ao software Projeta SC, do Governo do Estado

Foto: Divulgação/Decom

- PUBLICIDADE -

Na última sexta-feira, 04, os profissionais da Prefeitura de Criciúma se reuniram com a equipe da Secretaria de Estado da Administração para discutir sobre a implementação do Escritório de Projetos no município e também oficializar o pedido de adesão ao software Projeta SC. A reunião ocorreu em Florianópolis e teve a presença do diretor de Tecnologia da Informação (TI) de Criciúma, Tiago Pavan e de Alexandre de Assis Ferreira, profissional da área de TI no Governo do Município.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Conforme o diretor, o Governo Municipal está desde o ano passado realizando ações para implantar o Escritório de Projetos. “O nosso governo já trabalha na sua essência com uma diversidade de projetos em todas as áreas e precisávamos ter uma estrutura e uma normatização desses projetos. Vamos ter uma estrutura de inicialização, de execução e monitoramento e controle dos projetos executados dentro do município, e esse acompanhamento será realizado pelo escritório”, explicou.

“Trata-se de um modelo que já está dando certo no Governo do Estado e que entendemos ser importante implantar no município, adaptando à nossa realidade, para que o planejamento seja feito da melhor forma possível, de maneira a otimizar o trabalho das secretarias, reduzir possíveis falhas nos processos e torná-los mais transparentes dentro de uma metodologia de gestão de portfólios”, ressaltou o secretário-geral Vagner Espíndola.

Adesão ao Projeta SC

Aproveitando a oportunidade, o diretor de TI entregou um ofício solicitando a adesão à ferramenta Projeta SC.

“É um modelo que está dando certo e a gente pretende adaptá-lo na nossa realidade, não somente na estrutura, mas também de forma cultural na nossa estrutura organizacional”, concluiu.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.