Covid-19: FCDL/SC pede que associados e consumidores se cuidem

FCDL/SC lança a quarta fase da campanha Comércio Consciente

Foto: Arquivo/TN

- PUBLICIDADE -

A vacinação continua avançando em Santa Catarina, são mais de 5 milhões de pessoas com o esquema vacinal completo contra Covid-19. No entanto, a pandemia ainda está ativa, e a variante Ômicron se dissemina rapidamente, assim como a gripe. Essas são ameaçadas reais à vida e ao esforço continuo para a retomada da economia. Por isso, a FCDL/SC lança a quarta fase da campanha Comércio Consciente.

A iniciativa recorre mais uma vez às 211 CDLs catarinenses que possuem juntas mais de 43 mil associados. “Somos porta-vozes de um grupo influente em nosso Estado. Tratamos gestão empresarial, disponibilizando produtos e serviços para apoiar as micro e pequenas empresas, porém, desde o início da pandemia em 2020, utilizamos nosso espaço para conscientizar também sobre a importância da saúde pública. Precisamos um dos outros”, reforça o presidente da FCDL/SC, Ivan Tauffer.

- PUBLICIDADE -

As peças que envolvem o novo desdobramento das campanhas envolvem e-mail marketing, stories e cards para as redes sociais com mensagens de conscientização e incentivo à contínua obediência às regras sanitárias, como evitar aglomeração, manter o distanciamento, lavar as mãos com água e sabão, e quando necessário usar álcool em gel, bem como o uso de máscara.

Para a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina este é o momento das entidades se unirem em prol da saúde e utilizarem os recursos disponíveis em prol da conscientização. Os associados e os consumidores são a nossa razão de existir, e sem saúde e bem-estar social perdemos o nosso bem mais precioso: as pessoas.

*Via Rede Catarinense de Notícias

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.