Cocal do Sul celebra 31 anos de emancipação

Município faz aniversário de emancipação nesta segunda-feira (26), e contará com uma programação especial para a data

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Há 31 anos, o dia 26 de setembro passou a ser uma data significativa para os sul-cocalenses, pois representa o aniversário de emancipação do município de Cocal do Sul. Como um livro com páginas em branco, o município começava a escrever sua própria história, agora independente e com a força de um povo forte e trabalhador.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

E para celebrar este momento tão especial de aniversário da cidade, o governo do município irá promover no dia 26 (feriado municipal), dentro da programação da IX Cocalfest, uma série de ações para comemorar.

“Esta é uma data muito especial, por mais de 100 anos fomos um distrito, e as mudanças nos últimos 31 anos, pós emancipação, são visíveis e certamente positivas, nossa cidade cresceu muito em todos os sentidos”, pontua o prefeito Fernando de Fáveri.

Para o Chefe do Executivo, é recompensador estar à frente presenciando mais um aniversário do município. “É gratificante, é um momento ímpar, tenho muito orgulho de administrar essa cidade, estamos conseguindo realizar as ações propostas em nosso plano de governo, e promover o desenvolvimento da cidade de forma significativa”, ressalta.

Em 2021, Cocal do Sul foi a única cidade da AMREC com menos de 20 mil habitantes que faturou mais de R$ 1 bilhão de reais em notas fiscais na indústria, comércio, prestação de serviço e agricultura. Segundo o prefeito, isso mostra o quanto o município está crescendo e que o futuro será ainda melhor.

O prefeito lembra ainda das ações realizadas nos segmentos da saúde, educação, esporte e infraestrutura. “Na Saúde, vamos completar um ano da implantação do Pronto Atendimento 24 horas, do ESF Cristo Rei, dos mutirões de exames e consultas, e de forma inédita realizamos com recursos próprios o primeiro mutirão de cirurgias de alta complexidade no valor de R$ 500 mil reais”.

Em infraestrutura, o município teve o maior pacote de pavimentação da história, tanto na área rural quanto na urbana. Prova disso foi o investimento de R$ 225 milhões nas obras de duplicação da SC-108, de Urussanga a Criciúma, e contorno de anel viário de Cocal do Sul, que estão em andamento.

Já no esporte, Cocal do Sul fez investimentos e vem dando apoio às mais diversas modalidades, ampliando as competições, revitalização do antigo ginásio e a construção da Arena Multiuso com capacidade de 3,5 mil pessoas sentadas. Além da implantação dos projetos Gol do Brasil (CBF) e Correndo para Vencer (atletismo).

Na educação, Cocal do Sul foi destaque no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), obtendo entre os municípios da Amrec, o 1° lugar no Ensino Fundamental I (1° ao 5° ano) e 2° lugar no Ensino Fundamental II (6° ao 9° ano).

“Isso se deve ao investimento nos profissionais através de qualificação continuada, a reforma, ampliação e construção de novas unidades escolares também é uma ponte forte, além de merenda com qualidade, transporte com excelência e o apostilamento fazem da nossa educação uma das melhores do Brasil”, destaca o prefeito. “É possível ver em todas as áreas o forte investimento e comprometimento da municipalidade”, conclui.

Conheça um pouco sobre a história de Cocal do Sul

Com um histórico de 135 anos, o município de Cocal do Sul, teve sua colonização ligada à chegada dos primeiros colonos a muitos outros lugares do Sul Catarinense. A Vila de Cocal se formou em 1885, com a comunidade pertencente ao núcleo Accioly de Vasconcelos, nome dado em homenagem ao inspetor de terras e colonização. As primeiras famílias residentes foram Cechinel, Possamai e Smânia.

Em 2 de janeiro de 1904, Cocal do Sul passou a ser um distrito, por meio da resolução 15 da Câmara de Vereadores de Urussanga. Na década 80, o Distrito Cocal chega a um nível de crescimento e desenvolvimento acentuado. Diante de uma nova realidade, a localidade por meio de lideranças políticas ergueu a bandeira de emancipação. Tornou-se município no dia 26 de setembro de 1991. Foram cerca de 90% dos quase cinco mil votantes que compareceram às urnas para darem o sim da emancipação.

O primeiro prefeito do município foi Ítalo Rafael Zaccaron, em seguida passou a ser administrado por Jarvis Gaidzinski, José Aldo Furlan, Jarvis Gaidzinski Filho, Nilso Bortolatto, Ademir Magagnin e atualmente Fernando de Fáveri.

Por que o nome Cocal do Sul?

De início, a primeira denominação dada a localidade foi o nome Rio Cocal, que partiu dos próprios colonizadores que notaram a existência do principal rio que banha Cocal. A margem era repleta de coqueiros nativos que se espalhavam por toda a redondeza. O nome só passou a ser chamado de Cocal do Sul, porque no estado do Piauí havia uma cidade que levava a mesma denominação. Dando referência de preservação a este.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.