Araranguá: Após cheias, muito trabalho no retorno para casa

Com o Rio Araranguá voltando ao seu normal e as águas baixando, é hora de muito trabalho para os afetados pelas cheias

Foto: Prefeitura Municipal

- PUBLICIDADE -
O fim de semana de sol tem sido de muito trabalho para as equipes da Prefeitura, Defesa Civil, SAMAE e também, para os moradores dos bairros Barranca e Baixadinha, após as cheias. Muito entulho, colchões móveis, utensílios e roupas que estragaram com a enchente, estão sendo deixadas em frente às casas dos moradores, onde a equipe da prefeitura está recolhendo e auxiliando na limpeza das moradias atingidas.
Divulgação: Prefeitura Municipal
Equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros comandadas pelo Capitão Vamerlati, e o Coordenador da Defesa Civil de Araranguá Emerson Almeida, distribuíram mais de 300 marmitas para os moradores atingidos, tanto no abrigo montado, quanto aqueles que ficaram ilhados em suas casas.
As ruas que foram alagadas no centro da cidade, também receberam atenção da Secretaria de Obras e do Samae para a retirada da lama e lavagem das pistas, o que melhorou o trânsito no local. A balsa que que faz a travessia do Rio Araranguá entre, Morro dos Conventos e o Distrito de Hercílio Luz, ainda continua com os serviços suspensos, devido ao grande número de galhos que ainda correm pelo seu leito.
O canal aberto no Morro dos Conventos, ainda está com grande fluxo de água e foi fundamental para ajudar a baixar às águas, o que comprova que a fixação da Foz do Rio Araranguá é uma obra de extrema necessidade para evitar novas cheias.
O alojamento montado pela prefeitura, abriga no momento 27 famílias totalizando 96 pessoas que na próxima segunda-feira, devem retornar para suas casas.
-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.