Amesc já atendeu mais de 14 mil pessoas em 2022

Nesta quinta-feira (24), os prefeitos se reuniram em assembleia e a secretaria executiva apresentou um demonstrativo das ações já realizadas

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Com o retorno das atividades presenciais, após as medidas impostas pela pandemia do coronavírus, a Amesc (Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense) se consolida como a casa dos municípios. Até o momento, mais de 14 mil pessoas tiveram atendimento na associação, sendo diretamente em capacitações e eventos mais de nove mil pessoas.

 > Clique e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Nesta quinta-feira (24), os prefeitos se reuniram em assembleia e a secretaria executiva apresentou um demonstrativo das ações já realizadas em 2022. A participação ativa dos prefeitos, é demonstrada também pela série de atividades desenvolvidas para todo setor municipalista. As ações de capacitação são reflexo das necessidades das administrações municipais e feitas na Amesc para os municípios.

O presidente da Amesc , prefeito de Timbé do Sul, Roberto Biava, observa que os prefeitos, diante dos apontamentos apresentados pelo secretário executivo, Francisco Diello, constataram que os trabalhos seguem rumos positivos. “Tivemos mais reuniões e mais informações, o que vem ao encontro da função da associação municipalista. A nossa análise enquanto colegiado de prefeitos é que a Amesc está fortalecida em sua imagem, porque demonstra esta união entre gestores e que se preocupam em que seja dado amparo para os servidores municipais, o que reflete na evolução do extremo sul catarinense. Os prefeitos estão unidos em voz única, em um bom clima, e com foco em amparar os servidores públicos e a comunidade”, analisa.

Os prefeitos ainda lembraram que estes números refletem também o envolvimento de entidades afim na sede da associação. Ministério do Trabalho, Cis Amesc , Secretaria de Estado de Convênios e Sindicont estão juntos no prédio administrativo.

O presidente da Amesc observa que a Fecam já sente a representatividade que a Amesc consolidou e os prefeitos corroboram que este é o caminho, pelo trabalho integrado, para a colheita de frutos.

Para os gestores municipais, é importante as capacitações e ações que fomentam este novo momento após a pandemia, e o objetivo é seguir neste mesmo caminho para 2023.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.