Alunos do Bairro da Juventude mostram talento em cartões de Natal

Desenhos de quatro estudantes foram escolhidos para ilustrar mensagens natalinas

Foto: Nilton Alves/TN

- PUBLICIDADE -

Thais Borges/Especial
Criciúma

O Natal está chegando. Com lápis coloridos e traços diferenciados, quatro desenhos de alunos do Bairro da Juventude foram escolhidos no projeto de cartões de Natal, que é realizado na instituição há 28 anos. Aproximadamente 700 estudantes participaram de um concurso interno que selecionou os vencedores, tarefa difícil para a comissão. “É uma campanha tradicional. Eles fazem os desenhos. Tem uma comissão julgadora que verifica. Confesso que é bastante difícil. É bastante complicado escolher quatro ou cinco desenhos”, afirma Carlos Roberto Roncaglio, coordenador de Mobilização de Recursos do Bairro. O objetivo é conectar pessoas através das mensagens de Natal.

- PUBLICIDADE -

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

Em um dos desenhos, Pedro Miguel Pacheco De March, estudante do 6°ano, usou a inclusão como inspiração. Um menino de cadeira de rodas foi traçado em meio a um jardim com colegas, uma rena, o Papai Noel e sua carruagem. “Eu comecei a perceber que tinha bastante alunos com deficiência e que faziam atividades normais, tipo basquete, futebol. Pensei em colocar eles no desenho de Natal”, revela.

 

Desde junho o projeto começou a ser tratado nas salas de aula. Os temas foram definidos e o corpo docente foi o responsável por instigar os estudantes a desenhar. “Lá em junho começamos a trabalhar essas temáticas. Enquanto gestores, colocamos temas relevantes ao Natal como o nascimento de Jesus Cristo, família, Bairro da Juventude”, explica Roncaglio. “A gente passa essa demanda para a educação e para os professores e eles começam a trabalhar essas temáticas dentro da sala de aula. Por volta de setembro, julgamos e em outubro abrimos as vendas para antecipar principalmente para as empresas”, comenta.

 

O desejo das crianças foi o que inspirou Agatha Medeiros Liberato, do 8°ano. “A felicidade e as boas ações que o Bairro fez ao longo dos anos, principalmente no Natal”, também destaca. Quando soube que foi selecionada, ficou surpresa. “Fiquei muito feliz quando descobri. Eu não pensava que iria conseguir ganhar a cesta”, fala. A aluna, que tem 14 anos, estuda desde os seus cinco anos na instituição. Os dois primeiros ganhadores foram premiados com computadores seminovos e o terceiro e quarto lugar com cestas de guloseimas.

 

Depois de tentar por vários anos, Martinho da Silva Neumann, do 7° ano, conseguiu ter o seu desenho escolhido no projeto. “Fiquei muito feliz. “É a primeira vez que eu ganho. Sempre competi”, confessa. Martinho estuda no Bairro da Juventude desde o pré-escolar. O bebê Jesus na manjedoura, Maria e José foram desenhados acima de um fundo azulado. “Usei caneta de escrever, lápis de cor e borracha”, conta Neumann sobre os detalhes da produção.

 

Jhenifer de Oliveira, do 5° ano, buscou inspiração em outros desenhos. O seu é similar ao de Marinho: o menino Jesus com seus pais na manjedoura. “Eu estava em casa, procurei nos livros que tinha e achei essa parte e usei. Eu me inspirei e coloquei mais algumas coisas”, confessa.

 

Vendas

 

A expectativa é que sejam vendidos 20 mil cartões no total. Até o momento foram vendidos 15 mil, quase 75% do objetivo final. As vendas seguem até o dia nove de dezembro para empresas e até 16 de dezembro para pessoas físicas.

 

Os envelopes estão inclusos na compra dos cartões. “Quem adquirir o nosso cartão, não precisa ter essa preocupação, todos têm envelope”, ressalta Carlos Roberto Roncaglio. As empresas podem personalizá-los com uma logo, frase da empresa, ou assinatura de um diretor. “Conseguimos fazer personalizado”, complementa.

 

Para a impressão, o Bairro da Juventude tem um parceiro. “Tem um custo. Como são impressos coloridos, colocamos uma margem (de valor) para a instituição”, detalha. Os recursos levantados irão para o caixa do Bairro da Juventude. “Vai manter tudo aquilo que a gente oferece com qualidade para a criança. Vai sendo gasto conforme as necessidades da instituição”, confirma o coordenador de Mobilização de Recursos.

 

As unidades estão sendo vendidas a R$3 ou R$3,50. Para adquirir, entre em contato nos números (48) 3403-2743 – (48) 99629-9643 ou pelo e-mail: selosocial@bairrodajuventude.org.br.

 

Objetivo

 

Por meio do talento dos alunos, o objetivo é gerar conexão com as pessoas e empresas parceiras. “O Bairro tem dois grandes objetivos com essa campanha: um deles é que nosso cartão de Natal esteja representado por um desenho de uma criança nossa, porque ela imprime no seu desenho toda uma verdade, contexto. O segundo objetivo é pessoalizar essa relação entre as pessoas. O grande objetivo é conectá-las”, finaliza Roncaglio.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.