Tigre segue a busca pelos sonhados 45 pontos

Diante do Sampaio Corrêa, fora de casa, no sábado, a partir das 19 horas, Tigre segue a busca pela pontuação que garante o time na Série B de 2023. Time deve ter uma mudança em relação ao empate com o Bahia


- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Fotos: Celso da Luz/CEC

Não é segredo para ninguém que o primeiro objetivo do Criciúma, na Série B do Brasileiro, é chegar aos 45 pontos para garantir a permanência no campeonato do ano que vem. Atualmente, faltam seis pontos para o time fechar a conta. Restam nove jogos para o encerramento do campeonato e o próximo desafio é no sábado, dia 17, a partir das 19 horas, diante do Sampaio Corrêa, no estádio Castelão, em São Luís.

O Criciúma é 10º colocado na tabela com 39 pontos. São oito pontos a mais que o Brusque, primeiro time na zona de rebaixamento, e seis pontos a menos que o Vasco, o quarto colocado e último clube a garantir vaga na Série A do ano que vem, atualmente. Exatamente no meio da tabela, o zagueiro Rodrigo admite que o Criciúma olha mais para a parte de cima do que para baixo. “Olhamos mais para cima, pois temos objetivos na competição. Primeiramente, a gente sabe que é muito importante deixar o Criciúma na divisão que está, mas a gente se permite sonhar. A gente sabe que o primeiro objetivo é alcançar os 45 pontos, o mais rápido possível, mas a gente almeja coisas maiores para o clube e para nós. Então, a gente sempre está olhando para cima, sempre trabalhando jogo a jogo para que a gente possa alcançar os nossos objetivos”, pontua o jogador.

Rodrigo admite, porém, que o primeiro objetivo é, sim, chegar aos 45 pontos. “Com certeza. Não só os atletas do Criciúma, mas quem ainda não alcançou essa pontuação tem isso como primeira meta. E aqui não é diferente, mas nós sabemos das nossas possibilidades. A gente sabe que tem nove jogos ainda e alcançando o maior número de pontos, podemos sonhar com coisas maiores. Então, a gente vai em busca disso também”, destaca.

O adversário está na 12ª posição, mas tem apenas um ponto a menos que o Criciúma e também busca a permanência para a Série B do ano que vem.

O objetivo do acesso ainda está vivo

O zagueiro do Tigre afirma que o elenco ainda sonha com o acesso para a Série A em 2023. “Isso é um desejo de todos. Jogador profissional que vem para um clube sem objetivo, não vai somar em nada. Aqui, cada jogador, individualmente, tem suas metas para que, coletivamente, alcancemos juntos e coloquemos o Criciúma em uma divisão maior, mas a gente sabe que isso é jogo a jogo”, detalha.

Rodrigo reforça que o principal ponto é o respeito aos adversários. “Estamos trabalhando focados, com muita sabedoria, humildade, sempre respeitando os adversários para que a gente possa, lá na frente, alcançar coisas maiores”, pontua.

Rodrigo faz questão de reforçar que o Criciúma buscará a vitória frente aos maranhenses. A postura de jogo será visando os três pontos. “Procurar, a todo tempo, a vitória. Logicamente que, quando você joga fora, provavelmente o time da casa vai propor mais o jogo, mas, em nenhum momento, vamos deixar de jogar, quando tivermos a posse de bola, para criarmos as nossas possibilidades e convertendo em gol”, detalha o zagueiro.

O camisa 3 do Tigre sabe que o jogo deste sábado será difícil. “Sabemos que vai ser um jogo difícil, então estamos nos preparando, esses dias, para darmos o nosso melhor no Maranhão para conquistar o nosso objetivo”, comenta.

Campeonato Brasileiro – Série B – 30ª Rodada

17/09 (sábado) – 19 horas – estádio Castelão, em São Luís (MA)

SAMPAIO CORRÊA

Matheus Inácio (Luiz Daniel); Mateusinho, Alan Godói, Paulo Sérgio e Pará; André Luiz, Ferreira e Rafael Vila; Pimentinha, Gabriel Poveda e Ygor Catatau. Técnico: Léo Condé.

CRICIÚMA

Gustavo; Cristovam, Rodrigo, Rayan e Helder; Gustavo Cazonatti, Marcos Serrato, Arilson e Fellipe Mateus; Hygor e Caio Dantas. Técnico: Cláudio Tencati

Arbitragem: Ivan da Silva Guimarães Júnior; Auxiliares: Uesclei Regison Pereira dos Santos e Anne Kesy Gomes de Sá (trio do AM). VAR: Adriano de Assis Miranda e Fábio Rogerio Baesteiro (ambos de SP)

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.