Tigre joga de olho na permanência

Equipe enfrenta o Brusque, fora de casa, no sábado pela manhã, em busca da vitória para garantir vaga na Série B 2023

Foto: Celso da Luz/ Assessoria de imprensa Criciúma E.C.

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Na manhã deste sábado, o Criciúma visita o Brusque, no estádio Augusto Bauer, em busca da vitória para garantir, matematicamente, a vaga na Série B de 2023. A partida começa às 11 horas. Atualmente, o Tricolor Carvoeiro tem 43 pontos e precisa de mais dois pontos para assegurar lugar na disputa do ano que vem – o primeiro objetivo traçado pela diretoria do clube. Desta forma, basta um simples triunfo para chegar à meta. “Nós temos um plantel com muita qualidade e isso está sendo mostrado dentro de campo. Claro que a Série B é uma competição muito difícil e tem várias equipes campeãs brasileiras da Série A, como Bahia, Vasco e Grêmio. Seria muito difícil, mas nós confiamos em nosso trabalho, em nosso potencial e, por isso, as coisas estão acontecendo”, comenta o meia Thiago Alagoano.

A cinco pontos do Vasco, quarto colocado na classificação, o Criciúma ainda acredita no acesso para a Série A do Brasileirão em 2023. “Quando eu cheguei aqui, foi a primeira coisa que eu falei, na entrevista: que iríamos brigar para subir, no Catarinense, e sermos campeões, com todo respeito às outras equipes, e a mesma coisa eu falo no brasileiro. Onde tem a oportunidade, a chance e estando a cinco pontos do Vasco, isso nos deixa com mais confiança. É trabalhar jogo e jogo e confiante nesse acesso também”, pontua Thiago.

Mesmo de olho no acesso, Alagoano reforça que trabalha pensando “jogo a jogo”. “Nós temos o objetivo, que é a permanência na Série B e a sequência para o acesso. Tem a chance de concretizar a permanência e de subir. Então, nós temos que confiar em nosso trabalho, viver jogo a jogo, e sabemos que estamos a cinco pontos do Vasco. Vamos fazer o nosso melhor e as coisas vão acontecer, tenho certeza disso”, enfatiza.

Apenas 31% longe do Heriberto Hülse

Fora do Majestoso, o Criciúma tem apenas 31% de aproveitamento na Série B do Brasileiro. O Tigre tem apenas duas vitórias em 15 jogos disputados. Os triunfos diante do Ituano, por 2 a 1, em 2 de julho, e contra a Chapecoense, por 3 a 2, em 10 de junho, foram as únicas longa do estádio Heriberto Hülse.

No total, foram 15 jogos fora de Criciúma. Além das duas vitórias, são oito empates e cinco derrotas. O Tigre marcou 13 gols e sofreu 18. Os dois próximos jogos são longe de casa: contra Brusque e Vila Nova. O jogo diante dos goianos será na terça-feira, dia 4, no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, o Oba, em Goiânia.

Campeonato Brasileiro – Série B – 32ª Rodada

01/10 (sábado) – 11 horas – estádio Augusto Bauer, em Brusque

BRUSQUE

Belliato; Pará, Éverton Alemão, Wallace e Airton; Rodolfo Potiguar e Luiz Antônio; Paulo Baya, Diego Jardel (Gabriel Taliari) e Fernandinho; Franklin Mascote. Técnico: Gilson Kleina

CRICIÚMA

Gustavo; Cristovam, Rodrigo, Rayan e Helder; Marcos Serrato, Arilson, Fellipe Mateus e Thiago Alagoano; Hygor e Lohan. Técnico: Cláudio Tencati

Arbitragem: Leandro Pedro Vuaden (RS); Auxiliares: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Fernanda Kruger (MT); VAR: Adriano de Assis Miranda e Fábio Rogério Baesteiro (Ambos de SP)

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.