Tencati destaca partida ruim do Criciúma

Treinador admite que time não fez boa partida, no Maranhão, que errou muitos passes e sequência de jogadas


- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

São Luís/MA

- PUBLICIDADE -

Foto: Celso da Luz/CEC

O Criciúma não esteve bem, tecnicamente, diante do Sampaio Corrêa. E o técnico Cláudio Tencati concorda com isso. Ele ressaltou as falhas da equipe, após a partida desta noite de sábado, mas destacou o poder de reação da equipe no Maranhão. “Hoje, o nosso time não esteve bem tecnicamente. Infelizmente isso acontece, mas tivemos poder de reação para buscar o resultado e levar o empate para Criciúma. Isso é importante. Não é o que a gente queria, claro. Queríamos vencer, mas não estivemos em um bom dia, no geral, e seguimos em frente”, pontua.

Tencati acredita que o Criciúma fez boa marcação, no primeiro tempo. “Tivemos muito êxito até os 40 do primeiro tempo. O Sampaio não jogava e o Criciúma marcou bem. Erramos muito a troca de passes, então, a estratégia não funcionou bem devido aos nossos erros de controle de bola e passes”, diz.

O comandante ressalta que não viu acomodação do Tricolor Carvoeiro em campo. “Nem vejo acomodação, mas sequência de erros. O Criciúma chegou em um momento muito displicente em passes. Sequência de jogadas. E começou a dar transição para o Sampaio. Que é o que ele gosta. Eu vejo muito mais erros técnicos, de sequência de jogadas”, comenta.

Treinador defende atuação de volante

Mesmo retirando Gustavo Cazonatti no intervalo, Tencati defendeu o jogador e fez questão de dizer que não há “caça às bruxas”. “Quantos jogos o Cazonatti fez como titular? Quantos jogos o Cazonatti jogou ali, com três volantes? Então não temos ‘caça às bruxas’ aqui. A equipe não esteve em um bom dia hoje. Então, vamos ter calma e precisão. Onde o Cazonatti falhou que a coisa não aconteceu? Não. Só na fase de construção ali que ele não esteve em um grande dia, como outros jogadores não estiveram. Ponto. Defensivamente, ele fez o que deveria ser feito no primeiro tempo”, ressalta.

Tencati também fez menção ao meia Thiago Alagoano e as críticas que ele sofreu, por parte da imprensa, nas últimas semanas. “Faltou a equipe, num todo, ser mais criativa. Ter mais volume de jogo. Eu vejo que é dessa forma que devemos pensar. Quando o Criciúma ganha, empata ou perde, todo mundo está junto. Então, não tem que evidenciar esse ou aquele. Vou dar um exemplo, vocês criticaram muito o Thiago Alagoano, nas últimas semanas, e ta aí hoje: o Thiago fez o gol do empate e conseguiu o resultado para nós. Ele ficou no banco e entrou. Então, é isso que ponderamos internamente. Eu entendo o outro lado, mas é o que falamos internamente”, enfatiza.

O treinador fez questão de dizer que a troca brusca de temperatura, entre Sul e Nordeste do Brasil, não é desculpa para o time carvoeiro. “Sempre difícil jogar em trocas de climas. A gente sai do frio para o calor. Agora à noite, está 28 ou 29 graus, então, muda a temperatura, mas não tem desculpa. O atleta tem que estar adaptado a isso. O que frisamos para o elenco: não fica falando do calor, gramado… Vamos imprimir a nossa maneira de jogar. Não podemos ser surpreendidos com gol. O Sampaio, quando o adversário sai na frente, se desespera muito. A nossa estratégia era segurar o Sampaio, controlar bem o jogo e levar eles ao desespero. Fazendo o primeiro gol, ganha o jogo aqui, só que fugiu do controle, porque tomamos o gol no primeiro tempo ainda. E nossa estratégia foi por água abaixo”, finaliza.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.